Cidadeverde.com
Esporte

Almería interrompe negociação, e Scarpa pode permanecer no Palmeiras

Imprimir

O meia Gustavo Scarpa pode ser reaproveitado no elenco do Palmeiras. No início da noite desta terça-feira (21), o Almería, da Espanha, interrompeu a negociação para levar o jogador brasileiro.

Por questões do fair play financeiro imposto pela La Liga, o clube acabou vetado no momento de contar com o jogador, que treina separado do elenco palmeirense desde a Florida Cup, disputada nos Estados Unidos.

Confirmada pela reportagem com fontes ligadas à diretoria palmeirense, a informação da interrupção da negociação foi publicada primeiramente no Lance!. O Palmeiras recebeu o aviso do Almería nesta terça, enquanto Scarpa trabalhava com os jogadores afastados do trabalho rotineiro de Vanderlei Luxemburgo.

Houve até um pedido de desculpas do clube espanhol, que tentava exercer uma manobra vetada pela liga espanhola para abrir espaço no orçamento de contratações. O Almería, no entanto, tem até o fim de janeiro para resolver esta pendência e retomar a conversa com a diretoria palmeirense.

Scarpa, por outro lado, será reintegrado ao elenco palmeirense depois da estreia no Paulista, marcada para esta quarta-feira (22), às 19h15, contra o Ituano, em Itu. O jogador volta a trabalhar com o elenco de Luxemburgo na reapresentação do duelo.

As conversas mais lentas do que o esperado, como por exemplo na proposta feita pelo clube ao meia, preocupavam. Entretanto, a possibilidade de o negócio melar tomou forma na manhã desta terça, quando o jornal espanhol AS publicou uma denúncia feita por atletas colocados no mercado pelo Almería.

Na tentativa de abrir espaço no orçamento, respeitando as normas do fair play financeiro espanhol, o clube tentou realizar uma manobra para negociar atletas com valor acima do mercado para o futebol da Arábia Saudita, país do dono Turki Al-Sheikh.

Os jogadores denunciaram o Almería no sindicato dos atletas espanhóis e acabaram referendados pela decisão da La Liga. A reportagem procurou os representantes do Campeonato Espanhol no Brasil, mas eles preferiram não se pronunciar sobre o assunto.

JOSÉ EDGAR DE MATOS
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

Imprimir