Cidadeverde.com
Esporte

Cristiano Ronaldo marca, mas Juventus perde de virada para o Verona no final

Imprimir

Tropeços de Inter de Milão e Lazio nas últimas rodadas haviam dado uma certa folga para a Juventus na liderança do Campeonato Italiano. Só que o próprio time de Turim resolveu neste sábado dar uma chance aos seus concorrentes ao título da temporada, que será o nono de forma consecutiva, com a derrota de virada nos últimos minutos para o Verona por 2 a 1, no estádio Marcantonio Bentegodi, em Verona, pela 23.ª rodada.

Com 54 pontos, a Juventus tem três a mais que a Inter de Milão e quatro que a Lazio. Os dois rivais jogam neste domingo - o milanês faz o clássico da cidade contra o Milan, no estádio Giuseppe Meazza, e o de Roma encara o Parma, fora de casa. O Verona, com uma das melhores campanhas nas últimas temporadas, subiu para a sexta colocação, com 34 pontos.

O atacante português Cristiano Ronaldo marcou mais uma vez - superando o francês David Trezeguet e assumindo sozinho a marca de 10 jogos consecutivos da Juventus anotando um ou mais gols -, em um contra-ataque aos 20 minutos do segundo tempo, mas não o suficiente para deter o Verona, que obteve a vitória com Fabio Borini, aos 31, e Giampaolo Pazzini, aos 41, em cobrança de pênalti. Antes, na primeira etapa, a equipe da casa havia aberto o placar, mas o VAR apareceu marcado um impedimento no lance.

Abaixo dos três concorrentes ao título está a Atalanta, que se consolidou na quarta posição ao derrotar de virada a Fiorentina por 2 a 1, mesmo jogando no estádio Artemio Franchi, em Florença O time de Bérgamo chegou aos 42 pontos e abriu três de vantagem para a Roma, derrotada em casa pelo Bologna na sexta-feira. O posto vale vaga na próxima edição da Liga dos Campeões da Europa

Na parte de baixo da tabela de classificação, a Sampdoria conseguiu um importante resultado na sua luta para evitar o rebaixamento ao ganhar do Torino por 3 a 1, no estádio Olímpico, em Turim. O time de Gênova subiu para 23 pontos, em 16.º lugar, e abriu sete de distância para o rival Genoa, que abre a zona da degola.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir