Cidadeverde.com
Economia

História: você sabe quem inventou o cartão de crédito?

Imprimir

Foto: Pixabay/ fotos gratis

Quando o cartão de crédito foi inventado? Apesar de parecer que eles sempre existiram, a verdade é que, até um século atrás, ninguém o conhecia. O primeiro nicho de cartões desse tipo apareceu nos Estados Unidos em 1950, por meio de dois sócios: Ralph Schneider e Frank McNamara, fundadores da Diners Club. 

No entanto, ainda não era um serviço igual ao de hoje, mas um cartão de recarga -- em que o usuário precisava pagar inteiramente no final de cada mês.

Ao longo dos anos, os cartões evoluíram: linhas de crédito foram criadas, fitas magnéticas adicionadas e logo, os chips. Segundo Lance Cothern, da Credit Karma, foi o Bank of America que criou o cartão tal como se conhece hoje, oferecendo uma fatura a ser paga no final de cada mês, em 1958. Naquele mesmo ano, a American Express Company passou a oferecer um cartão sem anuidade apenas para uso em viagens.

O cartão do Bank of America chamava BankAmericard e vinha com um limite de US$ 300 (pouco mais de R$ 1000), que permitia aos usuários carregá-lo na carteira para compras esporádicas. Nos anos 1970, ele se tornou National BankAmericard, incorporando-se a outros bancos e se tornando magnético -- essa instituição daria origem à Visa.

Antes das fitas magnéticas, as máquinas faziam cópias dos cartões de crédito para processarem os pagamentos feitos dessa forma. A xerox era, então, enviada a um centro de transferências em que se podia acessar os dados bancários do cliente por meio de um sistema de computador. 

Foi apenas em 1969 que a IBM ajudou a desenvolver cartões magnéticos que eventualmente seriam adotados internacionalmente -- padrão que permitiu aos cartões transmitirem informações em tempo real de qualquer lugar do planeta.

Até recentemente, as fitas magnéticas ainda eram a forma mais comum de armazenar e transmitir informações. Uma nova tecnologia, chamada EMV, apareceu no começo dos anos 2000, agregando um chip de dados nos cartões, como é hoje. Esses chips geram códigos únicos para aprovar transações, e são considerados a forma mais segura de pagar atualmente.

No Brasil, o primeiro cartão de crédito chegou já na década de 1960, trazido pelo empresário tcheco Hanus Tauber. Na verdade, o que ele fez foi colocar a Diners Club em operação no país. Seria apenas oito anos depois, em 1968, que surgiu o primeiro cartão de crédito de banco: o Elo, do Bradesco.

Hoje, ele é um dos produtos financeiros mais populares do país. O nicho de cartões de crédito é o que concentra a dívida mais comum entre os brasileiros inadimplentes: 54% afirmam que estão com a fatura atrasada há pelo menos um mês, segundo o Instituto Locomotiva.

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) publicaram que mais de 60 milhões de pessoas acabaram o ano passado endividadas no país. Ou seja: ao menos 30 milhões de pessoas devem o cartão de crédito.

 

[email protected]

Imprimir