Cidadeverde.com
Geral

Funcionário da Semcaspi é morto em bar na zona Norte; oficial da Marinha é suspeito

Imprimir

Foto: Reprodução/redessociais

Atualizada às 10h52

O motorista da Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (Semcaspi), Luciano da Silva Oliveira, 41 anos, foi assassinado a tiros em um bar localizado no bairro Pirajá, na zona Norte de Teresina. O crime aconteceu na tarde desse domingo (16).

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando o caso. O delegado Genival Vilela disse ao Cidadeverde.com que as informações ainda são preliminares, mas apontam um oficial da Marinha como suspeito. Equipes da Polícia Civil estão em campo para investigar o assassinato.

Populares relatam que o oficial deu uma arma de fogo para um deficiente auditivo efetuar o disparo, mas, segundo o delegado, essa versão ainda não é confirmada. Testemunhas serão ouvidas pela polícia e as circunstâncias do crime devem ser esclarecidas.

Foto: Yasmin Cunha/Cidadeverde.com 

O coordenador do DHPP, Francisco Costa, o Baretta, diz que equipes estão em diligência para esclarecer o crime. 

"A vitima estava no bar bebendo com uns amigos. Depois, o suspeito chegou com a esposa e um cunhado e ficaram bebendo. O suspeito foi pagar a conta e quando veio efetuou o disparo contra a vítima, inclusive o tiro foi nas costas", explica Baretta.  

Uma pistola 9 mm supostamente usada no crime foi deixada entre as pernas da vitima. De acordo com testemunhas, momentos antes do crime, o suspeito estaria exibindo a arma no bar. 

"Não houve discussão. Há uma versão de que a esposa do suspeito teve um caso com a vítima no passado, mas isso precisa de confirmação. Há outra versão que diz que o atendente do bar que é mudo teria atirado. Daí fica a pergunta: como esse rapaz atirou no outro e com a arma de um militar que conhece todas as precauções e manejo com arma", disse o coordenador do DHPP. 

O advogado do suspeito já compareceu ao DHPP e disse que vai apresentar o militar da Marinha.

 

Em nota, a Semcaspi lamentou a morte do funcionário e destacou que Luciano trabalhava há mais de 10 anos na secretaria. A pasta também afirma que vai acompanhar o andamento do inquérito e pede que a Justiça seja feita.

Veja nota na íntegra



"É com absoluta tristeza e pesar que a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas recebe a informação sobre o falecimento do nosso amigo Luciano da Silva Oliveira, assassinado neste domingo, 16 de fevereiro de 2020. Neste momento de profunda tristeza e dor, dedicamos nossa pesar e oração à suas duas filhas, à noiva, demais familiares e amigos. Luciano era uma pessoa reservada, tranquila, proativa e solícita. Tinha mais de 10 anos de trabalho prestados a Semcaspi, sempre querido por todos. A secretaria está prestando todo o apoio a família do servidor e vai acompanhar o inquérito policial a fim de que as circunstâncias sobre sua morte sejam esclarecidas e a Justiça seja feita".

 

Izabella Pimentel e Graciane Sousa
[email protected] 

Imprimir