Cidadeverde.com
Entretenimento

Após críticas, Jackie Chan oferece R$ 620 mil a quem encontrar uma cura para o coronavírus

Imprimir

Foto: Reprodução/instagram/@jackiechan

O ator Jackie Chan, 65, ofereceu 1 milhão de yuan (cerca de R$ 620 mil) a quem conseguir desenvolver algum tipo de cura contra o coronavírus, que já infectou em torno de 60 mil pessoas no mundo e teve epicentro na China, país de origem do artista. 

A oferta foi feita numa rede social chinesa, após Jackie Chan receber críticas pela pouca ajuda que estava dando às pessoas afetadas pela doença. Na ocasião, o ator havia gravado um vídeo afirmando que acompanhava de perto as ações de combate à doença e que acredita que Wuhan e a China vão superá-la. 

Os internautas não ficaram satisfeito com o ator e cobraram mais atitude: "Por que você não doou um centavo, apesar de ser tão rico?", acusavam alguns deles, segundo o site Today Online. No início do mês então, Jackie Chan fez a oferta, notícia que chegou aos jornais ocidentais apenas nos últimos dias. 

"Se alguém, seja um indivíduo ou uma instituição, for capaz de produzir uma cura eficaz para o vírus, desejo dar a eles 1 milhão de yuans como um sinal de minha gratidão", escreveu ele. "Espero que todos entendam que não se trata de dinheiro (...) só não quero ver pessoas sofrendo e morrendo quando deveriam aproveitar a vida". 
Vários filmes tiveram seu estreia adiada na China por conta do surto de coronavírus, inclusive "Vanguard", estrelado por Jackie Chan.

 

Fonte: Folha Press

Imprimir