Cidadeverde.com
Últimas

Vídeo: senador Cid Gomes é baleado em protesto de PMs em Sobral

Imprimir

Foto: reprodução/O Sobralense

Atualizada às 20h30

O Hospital do Coração divulgou boletim médico do quadro de saúde do senador licenciado Cid Gomes por volta das 20h desta quarta-feira (19). Cid levou dois tiros ao tentar furar bloqueio de policiais militares em greve na cidade de Sobral (CE). 

O boletim assinado pelo diretor técnico do hospital, Joaquim David Carneiro Neto, informou que o tiro atingiu o tórax do político e que apresenta "boa evolução clínica". 

"Após atendimento, segue apresentando boa evolução clínica. Seu quadro cardíaco e neurológico não apresenta alteração. Neste momento o paciente encontra-se lúcido e respirando sem auxílio de aparelhos", diz a nota.

O tiro atingiu a clavícula do senador e por precaução Cid Gomes está internado na UTI do Hospital do Coração onde retornou após a retirada da bala. 

Flagrantes feitos no momento em que o senador foi atingido por dois tiros mostram, pelo menos, três homens com armas disparando contra a retroescavadeira que o político conduzia.

Atualizada às 19h30

O ex-ministro Ciro Gomes, irmão de Cid, publicou em rede social que o senador "foi vitima de dois tiros de arma de fogo por parte de policiais militares amotinados e mascarados". 

O senador licenciado e ex-governador do Ceará Cid Gomes (PDT) foi atingido por tiros enquanto tentava ultrapassar um bloqueio de policiais militares em greve na cidade de Sobral (CE). Cid estava em uma retroescavadeira tentando entrar em um quartel militar ocupado por homens mascarados. 

O político deu entrada no Hospital do Coração por volta das 17h. Ele foi transferido para a Santa Casa de Misericórdia de Sobral. Assessoria da Santa Casa informou ao portal Cidadeverde.com que o quadro do senador Cid é "estável" e que o hospital divulgará boletim médico. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ciro Gomes (@cirogomes) em

 


Antes de ser baleado, o senador pegou um megafone e foi para o confronto com grevistas. Ele afirmou que a greve dos policiais é "ilegal" e que dava 5 minutos para eles se retiraram do local. 

"É ilegal. Vocês têm cinco minutos pra pegarem os seus parentes, as suas esposas e seus filhos e sair daqui em paz. Cinco minutos. Nem um a mais", diz Cid.

A categoria paralisou as atividades desde ontem (18). Eles reivindicam reajuste salarial. Nos batalhões há esvaziamento de pneus de viaturas e atos em batalhões foram registrados em Fortaleza e em pelos menos sete cidades do Interior (Barbalha, Canindé, Crato, Iguatu, Juazeiro do Norte, Quixadá e Sobral).  

 

 

 

 

Atualizada às 17h50

O senador Cid Gomes (PDT) foi baleado agora há pouco em Sobral (CE). Ele participava de manifestação dos policiais militares que estão em greve no estado. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Prefeitura de Sobral. 

O portal O Povo informou que após ser atingido por um disparo de arma de fogo, o senador foi encaminhado para um hospital na região.

Cid Gomes chegou a fazer um discurso durante a manifestação. O portal O Povo relatou que no discurso defendeu a paz. 

“Eu vim aqui defender a paz e a tranquilidade do povo de Sobral. Ninguém será chantageado, ninguém deixará de trabalhar, de abrir suas portas e caminhar com tranquilidade em Sobral”, disse o senador.

O político foi encaminhado ao Hospital do Coração de Sobral. 

Cid Gomes foi ferido supostamente por PMs grevistas em frente o Terceiro Batalhão da Polícia Militar, em Sobral.

Um vídeo, que circula nas redes sociais, mostra o senador dirigindo uma retroescavadeira e vai para cima dos grevistas com o trator para quebrar o bloqueio dos policiais. Em meio a gritos, tiros e pedras, ele é atingido. Até agora não se sabe se foi bala de borracha ou arma de fogo. O momento era de tensão, segundo o vídeo.  

Assista o momento do confronto entre Cid e os grevistas:  

 

Antes de ser baleado, o senador gravou um vídeo e postou em sua rede social:

 

 

 

 

Flash Yala Sena (Com informações do O Povo/OSobralense)

[email protected]

Imprimir