Cidadeverde.com
Geral

Secretaria de Saúde confirma 5 novos casos suspeitos de coronavírus no Piauí

Imprimir

Ampliada às 8h14, desta sexta-feira (06)

A Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) confirmou na tarde desta quinta-feira (5) que está investigando 5 casos suspeitos de coronavírus no Piauí. Destes, 4 estão em Teresina e um em São Miguel do Tapuio. Na tarde de hoje, o Ministério da Saúde havia informado que apenas um caso estava sob suspeita no estado. Outros dois casos já haviam sido descartados.

Segundo a Sesapi, o caso de São Miguel de Tapuio é uma gestante de 7 meses que mora em Milão e está no estado visitando familiares. Ela está no município desde o dia 21 de fevereiro. Em seu histórico de viagem, a paciente passou pela Ilha do Sal na Costa da Africa, chegando ao Brasil por Salvador, onde permaneceu 3 dias.

De acordo com a Secretaria, a gestante iniciou os sintomas no dia 3 de março apresentando febre, dificuldade para respirar, cefaleia, coriza e mialgia. 

Dos casos de Teresina, um é do sexo feminino e possui 25 anos. Tem histórico de viagem para Paris e Roma. As amostras de secreções não apontaram para influenza e vírus respiratório, sendo remetidas para o Instituto Adolfo Lutz. 

Outro caso é um garoto de 8 anos, com histórico de viagem para Madri. Retornou ao Piauí no dia 2 de março. Apresenta sintomas como febre de 39,5º, congestão nasal e mialgia. Compareceu ao serviço de saúde ontem, onde fez coleta secreção com orientação para isolamento domiciliar.

Os pacientes no Piauí monitorados para o coronavírus estão em bom estado de saúde e em quarentena domiciliar. José Noronha, diretor técnico do Hospital de Doenças Tropicais Natan Portella, explica que os casos são apenas suspeitos e não há indicação de internação hospitalar. 

"Dos quatro casos da capital, dois dos indivíduos estiveram fora do país: uma moça de 25 anos e um garoto de oito anos de idade. Essa jovem de 25 anos, a gente tem dois contatos domiciliares que são a mãe e o namorado. Eles estão sendo investigados. Quero tranquilizar a população que o contato familiar não é considerado transmissão local pelas orientações do Ministério da Saúde e todos esses casos estão sendo investigados. Na mãe- que foi o primeiro contato dessa jovem de 25 anos- já foi feito o painel viral no estado deu negativo e vai ser repetido agora no Instituto Adolfo Lutz. Nos outros três-  um de São Miguel e dois de Teresina- ainda estão fazendo o painel viral no laboratório central do estado", explica o médico. 

José Noronha também explica como é feito o painel viral para constatação do novo coronavírus. 

O painel viral  é o mesmo exame da Influenza. Se vier positivo, o caso é confirmado para esse vírus respiratório; se vier negativo segue em investigação para o coronavírus. A partir desse momento, a amostra segue para o Instituto Adolfo Lutz, repete-se o painel viral com maior quantidade de vírus. Se for positivo também será descartado, se der negativo aí sim vai fazer o exame do coronavírus. Lembrando que pode ser um vírus respiratório que não tenhamos conhecimento como existem 20 casos, de acordo com apresentação do Ministério da Saúde.


Brasil

Segundo a nova atualização do Ministério da Saúde, subiu para oito o número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus Sars-CoV-2 no Brasil. Entre os casos, seis ocorreram em São Paulo, um no Rio de Janeiro e um no Espírito Santo. Esse último se refere a uma mulher de 37 anos que viajou para a Itália.

Também subiu para 636 o número de possíveis casos ainda em investigação. Outros 378 já foram descartados após exames.

Mais cedo, a pasta confirmou o 4º caso da doença, uma adolescente de 13 anos que viajou para a Itália. Inicialmente, o ministério havia informado que o registro não entraria na lista de confirmados por não se enquadrar na definição de caso de covid-19, já que ela não apresentou sintomas da doença, como febre e tosse seca.

Após reunião com especialistas nesta quinta-feira (5), a pasta recuou da decisão e decidiu classificar o registro como confirmado.

Hérlon Moraes e Graciane Sousa (Com informações da Folhapress)
[email protected]

Tags: coronavírus
Imprimir