Cidadeverde.com
Esporte

Após vice ser contaminado, Flamengo faz campanha contra o coronavírus

Imprimir

A vice-presidência de consulados e embaixadas, criada na gestão do presidente Rodolfo Landim, vem sendo um braço importante do Flamengo durante o surto de contágio de coronavírus pelo qual o Brasil passa. A pasta é comandada por Maurício Gomes de Mattos, que testou positivo para o Covid-19 e recebeu alta do hospital nesta sexta (20).

Vítima do vírus, Mattos conversou com os líderes do setor do time, tanto no Brasil quanto no exterior, e fez um pedido: divulgar o máximo de informações possível e ajudar no que for necessário. Além disso, logo após o dirigente deixar o hospital, um comunicado foi emitido e um trecho era expresso:

"O Covid-19 é muito perigoso e temos que lutar para que diminua sua transmissão. É de extrema importância nossas Embaixadas e Consulados, espalhados pelo Brasil e no mundo que ajudem nessa conscientização, protegendo nossa sociedade nesse momento tão difícil', diz a nota. Atualmente, o projeto tem cerca de 40 mil torcedores vinculados.

"Já estamos ampliando [a campanha]. Temos de conscientizar que as pessoas devem ficar em casa. Campanha das embaixadas é de conscientização de que as pessoas não podem sair, não tem de dar voltinha na praia, não tem de ir para bar à noite... Tem de ficar em casa. É o remédio porque se não, um passa para o outro, que passa para o outro, e não tem fim", analisa ele, que completa:

"As ações estão sendo de divulgação e todas elas estão fazendo isso. Temos de dar informação. Essa é a nossa orientação às embaixadas. A ideia é a conscientização em massa."

Assim como diversos outros clubes do Brasil, o Flamengo, nos canais oficiais, vem realizando ações sobre o coronavírus. Além de uma sequência de publicações com imagens didáticas, o Rubro-Negro também divulgou vídeos dos jogadores com recomendações aos torcedores e organizou um debate virtual entre profissionais da área de saúde sobre o tema.

Após o exame de Maurício Gomes de Mattos ter sido positivo para o Covid-19, todos os integrantes do elenco que tiveram contato com o vice-presidente passaram por testes. O primeiro realizado pelo técnico Jorge Jesus chegou a sinalizar "positivo fraco ou inconclusivo". Após a contraprova também apontar "inconclusivo", o comandante fez novo exame, que teve resultado negativo.

ALEXANDRE ARAÚJO
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL-FOLHAPRESS)

Imprimir