Cidadeverde.com
Esporte

Fla mantém conversas e jovens podem ser emprestados ao fim da paralisação

Imprimir

O Flamengo pode ter novidades em relação aos jogadores mais jovens no retorno do calendário. Apesar da paralisação por conta da pandemia de coronavírus, a diretoria vem mantendo contatos com clubes que demonstraram interesse em nomes da base do clube rubro-negro e as conversas podem ser finalizadas tão logo o calendário seja retomado.

Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

Mesmo que em um ritmo mais tímido, diante das incertezas impostas neste momento, as tratativas para que empréstimos possam ser concretizados estão tendo prosseguimento.

A ideia da cúpula é conseguir dar rodagem, experiência e visibilidade a jogadores que, na atual temporada, não teriam tanto espaço no elenco profissional. Assim, valorizar um ativo do clube visando até mesmo negociações futuras.

Pouco antes da paralisação, diretoria e comissão técnica já haviam traçado o planejamento para os jogadores que fariam a transição para o grupo principal e tiveram um panorama mais amplo de quem poderia ser aproveitado pelo técnico Jorge Jesus.

Recentemente, o atacante Yuri Cesar, destaque das categorias inferiores e que disputou o início do Campeonato Carioca -quando o Fla utilizou a equipe sub-20- embarcou para o Fortaleza e, em dois jogos, marcou dois gols. Outro que também esteve em campo no Estadual e foi emprestado foi o atacante Vitor Gabriel, que está no Braga, de Portugal.

Com poder de investimento, o Rubro-Negro contratou, na última janela de transferências, os zagueiros Gustavo Henrique e Leo Pereira, o volante Thiago Maia, e os atacantes Pedro Rocha, Michael e Pedro, além de ter adquirido em definitivo os direitos econômicos de Gabigol.

ALEXANDRE ARAÚJO E LEO BURLÁ
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS)

Imprimir