Cidadeverde.com
Geral

Responsáveis por acamados podem ligar e agendar vacinação contra a gripe

Imprimir

 

Foto:Roberta Aline

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) iniciou a vacinação contra gripe de pessoas acamadas em Teresina. Os responsáveis por esse público podem ligar para a Regional de Saúde da localidade em que moram e agendar para que a vacina seja aplicada em casa.

Para agendamento da vacina em casa, a população pode ligar para os números: 86 99440-8629, se morar na região Sul, 86 99440-9564, na região Sudeste, 86 99424-1183, na região Leste e 86 99428-7046, na região Centro/Norte de Teresina.

O diretor de Atenção Básica da FMS, Kledson Batista, informa que o público que irá receber vacina em casa é o que não consegue se dirigir a um estabelecimento de saúde. “São pessoas com doenças crônicas ou idosos que não se locomovem em razão da sua condição de saúde”, explica.

Segunda etapa

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina inicia, a partir desta quarta-feira (22), a segunda etapa da Campanha de Vacinação contra Gripe, que prossegue até o dia 8 de maio. Haverá 51 Unidades Básicas de Saúde (UBS) para vacinar exclusivamente pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, além de atender idosos que não puderam se vacinar na primeira etapa da Campanha.

Fazem ainda parte do público-alvo da segunda etapa da Campanha: forças de segurança (Polícia Rodoviária, Polícia Federal, Polícia Militar, Guarda Municipal, Polícia Civil, Exército, segurança privada), motoristas de transporte coletivo, caminhoneiros, profissionais do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada da liberdade. Para cada grupo destes, haverá uma estratégia específica de vacinação.

As pessoas com doenças crônicas deverão apresentar atestado médico (recente ou de 2019) ou receita que comprove a sua situação clínica. “Esse grupo abrange, por exemplo, os hipertensos graves, diabéticos graves, neurológicos crônicos, respiratórios crônicos, cardíacos crônicos, pacientes com imunossupressão, portador de trissomia, paciente com hepatite crônica, obesos e transplantados.”, afirma Karoline Alencar, gerente de informação em saúde.

Veja aqui os pontos de vacinação


Da redação
[email protected]

Imprimir