Cidadeverde.com
Últimas

Força Aérea Brasileira diz não ter prazo para concluir investigação sobre acidente no Ceará

Imprimir

Foto: Corpo de Bombeiros

A  Força  Aérea Brasileira  (FAB) emitiu  nota sobre o acidente  aéreo que matou quatro pessoas no município de São Benedito, no Ceará, na noite da sexta-feira (15). O avião transportava um paciente com Covid-19 para tratamento em Teresina.
  
De acordo com informações da Força Aérea Brasileira, a fase inicia de investigações foi iniciada com a coleta dos dados. Na primeira fase, o trabalho dos militares têm como objetivo fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos. 

 A apuração das causas do acidente  é realizada pelos investigadores do Segundo Serviço regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa II). O órgão é ligado ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA). 

Foto: Corpo de Bombeiros

A nota não especifica um prazo para a conclusão das investigações. Mas afirma que o tempo de  apuração dependerá da complexidade do acidente. 
Na hora do acidente, a aeronave transporta o  piloto Paulo César Magalhães Costa, dois médicos - Carlo Victor Sousa Rodrigues (residente de cirurgia geral do hospital Santa Maria, em Teresina), Pedro Meneses(médico paciente que estava com Covid-19) e a enfermeira Samara Félix, que é responsável pelo treinamento do Samu Estadual do Piauí. Os bombeiros das cidades de Sobral e Fortaleza trabalham nas buscas pelos corpos das vítimas. 

Veja nota: 

Investigadores do Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA II), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), foram acionados para realizar a Ação Inicial da ocorrência envolvendo a aeronave de matrícula PT-RMN que aconteceu nesta sexta (15/05), em São Benedito (CE).
A Ação Inicial é o começo do processo de investigação e possui o objetivo de coletar dados: fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos.
A investigação realizada pelo CENIPA tem o objetivo de prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram. A necessidade de descobrir todos os fatores contribuintes garante a liberdade de tempo para a investigação.
A conclusão de qualquer investigação conduzida pelo CENIPA terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade do acidente.


Assessoria de Imprensa do Comando da Aeronáutica

 

Lídia Brito
[email protected]

Imprimir