Cidadeverde.com
Esporte

Ex-meia Piá tem prisão preventiva decretada e é levado para CDP de Limeira

Imprimir

O ex-meio-campista Piá foi transferido na tarde deste domingo (24) para o Centro de Detenção Provisório (CDP) de Limeira, depois de uma audiência de custódia realizada online às 13h em que teve a prisão preventiva decretada.

O ex-jogador de Ponte Preta, Corinthians e Santos foi preso em flagrante no sábado no momento em que tentava furtar envelopes com dinheiro e cheque de caixas eletrônicos de Cordeirópolis, interior de São Paulo.

Piá, hoje com 46 anos e aposentado desde 2011, foi detido pela quarta vez em seis anos. De acordo com o boletim de ocorrência, ele e outro suspeito foram detidos com dinheiro e uma folha de cheque de mais de R$ 8 mil furtados de envelopes de depósitos de caixas eletrônicos de dois bancos.

Ainda segundo informações do Boletim de Ocorrência, os dois foram monitorados por câmeras de segurança de duas agências bancárias de Cordeirópolis.

Ao flagrar a ação de Piá em conjunto com o outro suspeito, a Guarda Municipal foi até o local. Ambos passaram a noite na Delegacia Seccional de Limeira. O outro suspeito também está preso no CDP.

Após a aposentadoria, Piá começou a ter problemas com a justiça. Em janeiro de 2014, ele chegou a ficar 21 dias detido no Centro de Detenção Provisória de Hortolândia. Na ocasião, o ex-atleta foi indiciado por tentativa de furto em um caixa eletrônico de Campinas.

Em abril do ano seguinte, ele foi preso em flagrante em Americana cometendo o mesmo delito. Quatro meses depois, Piá foi pego tentando "pescar" envelopes em um banco de Bauru. A reportagem tentou contato com pessoa ligada ao ex-atleta, mas não obteve sucesso.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir