Cidadeverde.com
Entretenimento

Kanye West doa R$ 10 milhões para família de Floyd e de vítimas negras nos EUA

Imprimir

Fotos: Reprodução/instagram/@kanyewestt_official

O rapper Kanye West, 42, fez uma doação de US$ 2 milhões (R$ 10,2 milhões) para as famílias de Ahmaud Arbery, Breonna Taylor e George Floyd , três negros que foram assassinados nos Estados Unidos neste ano.

A informação foi divulgada pela CNN americana. Segundo um representante do cantor, ele também montou um fundo para arcar com as mensalidades da faculdade da filha de Floyd, Gianna, de 6 anos, e fez uma doação separada para financiar os advogados das famílias de Arbery e Taylor.

Vários famosos participam da onda de protestos que acontece nos Estados Unidos depois da morte de George Floyd, sufocado por um policial branco em Minneápolis.

Em fevereiro, o assassinato de Ahmaud Arbery, um homem negro de 25 anos, já tinha provocado comoção entre os americanos. Em março, causou indignação a morte da técnica de pronto socorro Breonna Taylor pela polícia de Louisville, no Kentucky, durante a execução de um mandado de "busca invasiva" em seu apartamento.

O assassinato de Floyd em maio foi o estopim para o início das manifestações que tomam as ruas de várias cidades americanas contra o racismo e pelo fim da violência institucionalizada contra os negros.

FAMOSOS NOS PROTESTOS
Na segunda-feira (1º), o ator Cole Sprouse revelou que foi preso em uma das manifestações. "Nos deram a opção de partir e deixaram claro que, se não recuássemos, seríamos detidos. Quando muitos se viraram para sair, encontramos outra linha de policiais bloqueando o caminho e então, começaram a nos algemar com lacres. Precisa ser dito que, como um heterossexual branco e figura pública, as consequências do meu encarceramento não são nada comparadas às de outros membros deste movimento", disse ele em seu perfil no Instagram.

Outros famosos que não participaram presencialmente das manifestações nas ruas resolveram apoia-las pagando a fiança de manifestantes detidos. Segundo o portal La Vanguardia, Katy Perry e Harry Styles doaram para um fundo que paga a fiança dos presos nos protestos. Nomes como Justin Bieber e Ariana Grande também haviam feito doações.

A cantora Halsey, além de doar para o fundo, esteve em algumas manifestações e prestou atendimento médico a um protestante que levou um tiro de arma de borracha.

Imprimir