Cidadeverde.com
Últimas

Prefeito anuncia restrições por 4 dias em Teresina; veja o que abre e fecha

Imprimir

Foto: Hérlon Moraes

A prefeitura de Teresina publicou nesta terça-feira (30) o decreto com as regras de isolamento social para os quatro dias que antecedem a reabertura de atividades econômicas prevista para o dia 6 de julho. As restrições iniciam na quinta-feira (2) e sexta-feira (3) e vão ficar mais rígidas no sábado (4) e no domingo (5), com proibição de abertura para supermercados e postos de combustíveis.

O decreto da prefeitura da capital está em consonância com o decreto estadual que também estabeleceu lockdown parcial no sábado (4) e domingo (5) em todo o estado. Clique aqui e acesse o decreto da Prefeitura de Teresina.

De acordo com o decreto municipal, no sábado e no domingo só poderão abrir:

I- farmácias e drogarias;

II- serviços de saúde;

III- serviços de segurança e vigilância;

V- órgãos profissionais de comunicação;

VI - situações comprovadas de urgância e emergência;

Na medida, o prefeito Firmino Filho considera que o decreto é "mais uma medida de isolamento social que integra diversas ações da Prefeitura de Teresina, buscando preparar o município para o início da retomada das atividades econômicas”. 

“No último final de semana, quando implementamos medidas mais rígidas de isolamento, mais da metade da população de Teresina ficou em casa cumprindo o isolamento social. Estamos nos preparando para a reabertura das atividades econômicas no município e temos que fazer um esforço ainda maior como forma de reduzir o número de internações, de óbitos e da transmissão da Covid-19. Esse isolamento social mais rígido se faz necessário para que possamos avançar na retomada das nossas atividades de forma segura para toda a sociedade”, afirma o prefeito.

Veja quais são os serviços que poderão funcionar na quinta e sexta-feira:

Todos os estabelecimentos, serviços e atividades mencionados no decreto devem adotar ou reforçar as medidas de controle de acesso e de limitação de pessoas nas áreas internas e externas, de modo a evitar aglomerações, além da exigência do uso de máscaras de proteção facial e da permanente higienização. 

A fiscalização das medidas sanitárias será exercida pela Guarda Civil Municipal e vigilância sanitária municipal, em articulação com Strans, Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria de Transportes e Polícia Rodoviária Federal.

O decreto alerta que as equipes irão fiscalizar aglomeração de pessoas, circulação em grande número de pessoas em locais públicos, consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos e direção sob efeito de bebida alcoólica.  

Valmir Macêdo
[email protected]

Imprimir