Cidadeverde.com
Esporte

Doria diz que não houve 'consulta prévia' da CBF sobre jogos do Brasileirão

Imprimir

Estado com mais times na Séria A do Campeonato Brasileiro, São Paulo não foi consultado sobre o início da competição no dia 9 de agosto, afirmou o governador João Doria, nesta segunda-feira. Para Doria, poderá haver conflito de datas entre o Paulistão, ainda a ser finalizado, e o Brasileirão.

"Quanto à decisão da CBF de voltar no dia 9 de agosto, não houve consulta prévia. Mas aqui nós temos um entendimento com a Federação Paulista. Para realizar este entendimento, nós dependemos do comitê de saúde, que tem um relator específico para o futebol", declarou o governador.

Ele prometeu que o comitê de saúde anunciará sua decisão sobre o retorno do Estadual até o final da próxima semana. "Até o final da semana que vem, no mais tardar, uma conclusão sobre a conclusão do Campeonato Paulista. Sem concluir (o Estadual), os clubes não poderão participar do Campeonato Brasileiro", disse Doria.

No domingo, em entrevista ao jornal O Globo, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, afirmou ter chegado a acordo com 19 dos 20 clubes do Brasileirão para iniciar o campeonato em 9 de agosto.

"Haveria necessidade de uma aprovação de todas as autoridades sanitárias de nove estados e 11 cidades. E não temos isso hoje. Fiz a proposta no sentido de que admitissem uma reflexão sobre jogar fora do mando de campo para manter essa data íntegra, irretocável, caso todas as cidades não estejam liberadas. Houve votação de 19 a 1 a favor", dissera o dirigente.

Paralisado na primeira quinzena de março, o Paulistão ainda tem duas rodadas a serem disputadas pela primeira fase, antes do início do mata-mata, com quartas de final, semifinais e final. Ainda não há data definida para o retorno do Estadual. Os times voltaram a treinar no dia 1º.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir