Cidadeverde.com
Últimas

Gol anuncia retorno de voos pelo Aeroporto de Teresina; veja rotas

Imprimir

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

A Gol anunciou na tarde desta quinta-feira (09) o retorno das operações no Aeroporto de Teresina, na zona Norte, devido ao ligeiro crescimento da demanda por voos no país. Muitos estados iniciaram a flexibilização das atividades econômicas durante a pandemia da Covid-.19. A companhia também ressalta as medidas de prevenção, como o uso obrigatório da máscara nos voos. 

"O Aeroporto de São Luiz (SLZ), no Maranhão, e de Teresina (THE), no Piauí, retornam com decolagens para as cidades de Fortaleza e Brasília. E também ganham reforços nas frequências para São Paulo (GRU), informa a GOL.

A empresa destaca que "serão 250 voos diários que atenderão 100 diferentes mercados brasileiros, um importante reforço no poder de conectividade da nova malha, que entra em vigor no dia 1º e segue até o fim do mês". 

No mês de junho, a companhia abrangia 100 voos diários; agora, em julho, a nova operação representa aumento de 170% nas descolagens. 

  • No hub da GOL, no Aeroporto de Fortaleza, no Ceará, serão retomadas cinco rotas, ligando a capital cearense aos seguintes destinos: Salvador (SSA), Manaus (MAO), Teresina (THE), Belém (BEL) e São Luis (SLZ). O terminal ainda será contemplado com reforço nas decolagens para Brasília (BSB), Guarulhos (GRU), Galeão (GIG) e Recife (REC).
     
  • Já o Aeroporto de Brasília volta a ser um dos principais hubs da GOL, passando a se comunicar com seis capitais do Nordeste: Maceió (MCZ), São Luiz (SLZ), Natal (NAT), João Pessoa (JPA), Aracaju (AJU) e Teresina (THE), todas operando com uma decolagem diária, de domingo à sexta.

Novas bases no Nordeste

Em Vitória da Conquista (VDC), na Bahia, a empresa retoma as operações com destino para Guarulhos (GRU), em São Paulo, e para Salvador (SSA). E a partir de 13 de julho, a Companhia, em acordo com a VOEPASS, realizará decolagens para Barreiras (BRA), conectando o município baiano à Capital Federal. Além disso, haverá ampliação das ofertas de voos de Juazeiro do Norte (JDO), no Ceará; na base de Petrolina (PNZ), em Pernambuco; Porto Seguro (BPS) e Ilhéus (IOS), na Bahia, todas com destino para Guarulhos.


Ampliação

No Aeroporto Internacional do Recife (REC), em Pernambuco, terá a ampliação nas operações para Fortaleza (FOR), Galeão (GIG), Brasília (BSB) e Salvador (SSA), com dois voos diários. A Companhia também reforça para quatro frequências diárias a rota Recife/São Paulo, com partidas para Guarulhos (GRU) e Congonhas (CGH).

Na Bahia, o Aeroporto de Salvador (SSA) volta a se conectar com João Pessoa (JPA), Fortaleza (FOR), Natal (NAT), Vitória (VIX), Confins (CNF) e Santos Dumont (SDU). A GOL também inicia dois destinos inéditos em Salvador para os aeroportos de Vitória da Conquista (VDC), na Bahia, e de Viracopos (VCP), em Campinas, além de ampliar a oferta na rota Salvador/Recife, com duas saídas diárias.

Em Natal (NAT), no Rio Grande do Norte, e em João Pessoa (JPA), na Paraíba, a GOL restabelece suas rotas para Brasília e Salvador, além de incrementar a oferta de voos para Guarulhos, em São Paulo, e Galeão, no Rio de Janeiro.

Uso obrigatório da máscara

A Gol confirma o uso obrigatório da máscara e que foi a "primeira Companhia a solicitar o uso de máscaras por todos os clientes nos voos em operação (desde 10/5)".

"GOL tem como base para essa medida as informações científicas mais recentes e as recomendações de diversos órgãos públicos pelo Brasil e pelo mundo. A obrigação do uso das máscaras passou a ser uma questão de segurança coletiva, mais do que uma decisão individual. 

Também foram implementadas avançadas medidas adicionais de limpeza e higienização dos aviões durante as paradas em solo e pernoites, com atenção redobrada aos assentos e os braços das poltronas, cintos de segurança, bandejas, piso e paredes.

Check-in online/via aplicativo

A companhia também finromou que "as novas medidas de Segurança nos aeroportos aumentam também o tempo de deslocamento interno".

"Com isso, a GOL solicita aos Clientes que façam o check-in online/via aplicativo, que estará liberado (a partir de 1.º de julho) com 48 horas de antecedência (até o limite de 1 hora) antes do voo. Se mesmo assim precisar ir ao balcão, inclusive para despachar mala, antecipamos a liberação ao passageiro para 3 horas antes do embarque, encerrando o processo 1 hora antes da abertura do portão. A Companhia lançou o Fast Check-in, onde o cliente pode escanear um QR Code pelo seu próprio telefone celular e com isso ter acesso ao seu cartão de embarque".

 

 

Carlienne Carpaso (com informações da Gol)
[email protected]

 

 

 

 

 

Imprimir