Cidadeverde.com
Últimas

Projeto vai destinar R$ 1 milhão para ajudar pequenos empreendedores de Teresina

Imprimir

O prefeito Firmino Filho lançou o projeto "Tecnologia Comercial e Criativa" nesta sexta-feira (10), que vai abrir linhas especiais de crédito por meio do Banco Popular, e incentivar os pequenos empreendedores a superarem a crise provocada pela pandemia da Covid-19 em Teresina. A Prefeitura de Teresina estima a participação de pelo menos mil empreendedores. 

O secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Nonato Moura, confirma que o projeto tem recurso próprio de R$ 1 milhão do município de Teresina, sendo o valor máximo por empreendedor de R$ 10 mil. O montante já está garantido. 

Para participar, os empreendedores devem ter faturamento anual de até R$ 81 mil; além desses, serão beneficiados os atuais e novos clientes do banco popular, lojistas do shopping da cidade, mulheres empreendedoras (programa Alô Mulheres).

A apresentação do projeto esclarece que "a linha de crédito do Banco Popular de Teresina para financiamento de pequenos empreendedores" será "para a utilização de recursos e ferramentas tecnológicos e de comunicação na divulgação de seus produtos e serviços para a realização de vendas (e-comerce), além de suporte de capacitação e consultoria". 

O prefeito Firmino Filho comentou durante a solenidade virtual de lançamento do projeto que a Covid-19 irá reduzir o número de casos ao longo do tempo, mas que não irá desaparecer. O gestor pontua que o projeto ajudará na retomada das atividades durante a pandemia. 

"Se de um lado nós vamos reforçar o isolamento nas sextas, sábados e domingos para que a queda da doença seja mais intensa, por outro lado nós vamos, semana após semana,  gradualmente de forma bastante segurança a retomada das atividades".

Firmino Filho ressalta que o projeto reafirma o compromisso da Prefeitura de Teresina com os pequenos empreendedores. "Acredito que esse projeto vem em muito bom momento, momento em que estamos retomando gradativamente as atividades economicas, no qual os pequenos empreendedores precisam do apoio do poder público".

"No caso, aqui, o apoio  está sendo dado para que o empreendedor comercial, industrial, prestador de serviço, possa ter acesso ao financiamento de até R$ 10 mil para auxiliar na informatização e comunicação com os seus consumidores. E que durante esse processo ele receba a consultoria e qualificação necessária. A ideia foi muito bem desenvolvida entre os vários órgãos (municipais)".  

CAPACITAÇÃO E CONSULTORIA

O projeto "Tecnologia Comercial e Criativa" também irá oferecer a capacitação gratuitas aos pequenos empreendedores, além de prestação de consultoria. A capacitação irá orientar sobre o uso das midias sociais, do marketing digital e do comércio eletrônico etc. 

Esse projeto integra as ações de seis órgãos municipais:  Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (SEMA), Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMEST), Fundação Wall Ferraz (FWF), Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMDEC), Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) e Empresa Teresinense de Processamento de Dados (PRODATER). 

"Só financiar não é o suficiente. Por isso, a prefeitura irá oferecer consultoria e capacitação para que o projeto seja um sucesso. As seis secretárias irão atuar em conjunto nesse projeto, auxiliar os empreendedores a agir, para que eles possam oferecer os seus serviços de uma nova forma alcançando o maior número de clientes", diz o secretário Raimundo Nonato Moura. 

Mais informações no site dos órgãos municipais. 

ACESSO AO FINANCIAMENTO

Quando: a partir da aprovação da prosposta definanciamento pelo Banco Popular 

Carência: 120 dias (4 meses)

Amortização: 24 meses

Carlienne Carpaso
[email protected]

Imprimir