Cidadeverde.com
Últimas

Em Piripiri, ocupação de leitos de UTI chega a 80%; oito hospitais em alerta

Imprimir

Foto: Roberta Aline

O Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri, já possui mais de 80% de ocupação nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva. O dado faz parte do boletim sobre a situação dos leitos hospitalares no estado do Piauí, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde na noite de ontem (13). 

Veja boletim das ocupações de leitos aqui

De acordo com a publicação, dos 10 leitos de UTI destinados à pacientes na fase mais grave da Covid-19, oito estão ocupados. A taxa de ocupação dos leitos clínicos da unidade também é elevada e já alcança a marca de 62,5%. Dos 24 leitos da modalidade, 15 estão ocupados. 

Além de Piripiri,distante cerca de 160 Km ao norte da capital,  o Hospital Regional Chagas Rodrigues realiza o atendimento a pacientes de diversos municípios da região, como Piracuruca, Pedro II, São João da Fronteira, Capitão de Campos e Brasileira.  

O último boletim epidemiológico, também divulgado pela Secretaria de Saúde, aponta que Piripiri já registra 508 casos da Covid-19 e nove mortes. 

Parnaíba

Em Parnaíba, no litoral do Piauí, a taxa de ocupação dos leitos de UTI no Hospital Dirceu Arcoverde  é de 64%. Dos 25 leitos existentes, 16 estão ocupados por pacientes com a Covid-19. Já a taxa de ocupação de leitos clínicos chega a 70%, com 26 dos 37  existentes ocupados. 

No Hospital Nossa Senhora de Fátima, administrado pela Prefeitura de Parnaíba, a situação é mais amena. A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 37,5%, enquanto a ocupação de leitos clínicos alcança a marca de 33,3%.

Uruçuí 

Em Uruçuí, distante 450 Km ao sul de Teresina, a preocupação é com os leitos clínicos. De acordo com o boletim da Sesapi, a taxa de ocupação já alcança a marca de 92% no Hospital Regional Senador Dirceu Arcoverde. Dos 13 leitos existentes, 12 já estão ocupados. 

O município não possui leitos de UTI. Por conta disso, os pacientes em estado mais grave da Covid-19 precisam ser deslocados para cidades como Floriano, Picos e Oeiras, responsáveis pelo suporte ao sul do Estado. 

Foto:Roberta Aline/Cidadeverde.com

Teresina

Em Teresina, a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados a pacientes com a Covid-19 é de 74,5% .Dos 314 leitos existentes na capital, 234 estão ocupados por pacientes no estágio mais grave da doença. 

A situação é mais preocupante no Hospital do bairro Monte Castelo, zona sul, que está com todos os sete leitos de UTI existentes ocupados por pacientes na fase grave da Covid-19. 

No Hospital de Urgência de Teresina (HUT) a taxa de ocupação chega a 91,7%. Dos 48 leitos existentes na unidade, 44 já estão ocupados.  

O Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí também já ultrapassa a marca de 90% de ocupação nos leitos de UTI. Dos 30 existentes, 27 estão ocupados. 

Outros quatro hospitais da capital também registram taxa de ocupação de UTI superior a 80% : Hospital da Polícia Militar (85,7%); Hospital de Doenças Tropicais Natan Portela (88,2%); Hospital São Marcos(86,7% ); Prontomed (81,1%).

 

Natanael Souza

[email protected]

 

Imprimir