Cidadeverde.com
Geral

Mais de 3.700 profissionais da saúde foram infectados pelo novo coronavírus no Piauí

Imprimir

Foto:Roberta Aline/Cidadeverde.com

Levantamento feito nesta quinta-feira (23) pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi) revela que 3798 profissionais de saúde já foram contaminados com coronavírus no Piauí. Sete destes não resistiram às complicações da doença e morreram.

Segundo o balanço da pasta, os profissionais de saúde que mais contraíram a Covid-19  no Piauí foram os técnicos em  enfermagem: 1345. Em segundo lugar, aparecem os enfermeiros, com 719 casos confirmados da doença.  Entre estes trabalhadores já houve quatro mortes: de três de técnicas em enfermagem e  de uma de enfermeira. 

Os médicos amargam o terceiro lugar entre os profissionais de saúde contaminados com coronavírus: 456. Somente neste mês de julho três deles morreram vítimas da Covid-19. 

A médica Lúcia Santos,diretora do Sindicato dos Médicos do Piauí (Simepi), acredita que o número de médicos contaminados deve ser maior que o divulgado pela Sesapi e cobra respostas sobre o estado de saúde desses profissionais. 

"Constatamos que esse número deve ser maior, inclusive, com agravamentos da Covid-19 entre esses médicos. Também queremos identificar a forma como esta acontecendo oa contaminação médicos.  Soubemos relatos de EPIs inadequados em quantidade e qualidade. temos relato que permanece médicos sem proteção e se faz necessário um levantamento oficial", ressalta.

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O levantamento mostra, ainda, que fisioterapeutas [136], motoristas de ambulância [66], dentistas [62], farmacêuticos [58],  nutricionistas [52], técnicos em Laboratório [51], Serviço Social [41], biomédicos [25], técnico em Farmácia [24] e agentes de Saúde [08] também estão entre os 3798 profissionais contaminados com coronavírus desde o início da pandemia no Piauí.

A presidente do Sindicato do Empregados em Estabelecimento de Saúde do Piauí (Sindespi), Geane Sousa, comentou o levantamento da Sesapi e afirma que profissionais do setor não Covid-19 também estão sendo muito infectados com coronavírus devido à falta de proteção. Ela também afirma que os servidores afastados com coronavírus não estão fazendo reteste.

Foto:Roberta Aline

"Temos recebido denúncias de inúmeros municípios do Piauí sobre a má qualidade dos Equipamentos de Proteção Individual, além da quantidade insuficiente. Os profissionais estão correndo risco em todos os setores, não apenas no chamado setor Covid. Motoristas, maqueiros, recepcionistas, lavanderia, cozinha, setores administrativos, operacionais, em todos os setores os profissionais estão vulneráveis. Cobramos melhores condições de trabalho e valorização. Esses números refletem também um descaso com a saúde pública, que nesse momento deveria ser ainda mais respeitada e valorizada. Em Valença os servidores estão recebendo duas máscaras para um plantão de 12 horas. E alguns nem máscara estão recebendo. Então, cadê os equipamentos de proteção que o governo fez a gente acabar a greve prometendo que ia resolver toda essa problemática e nada. Outro problema que está acontecendo é a falta de retestagem. O servidor saiu, foi afastado proque positivou para o coronavírus.E quando volta não faz resteste para saber se ainda está contaminando ou não", denuncia Geane Sousa.

Sesapi

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) informa que já foram entregues 3.682.708 milhões de equipamentos de proteção individual às unidades hospitalares do Piauí, para uso dos profissionais da saúde. "Estes equipamentos são aprovados pelos principais órgãos de controle do país, com padrão de qualidade atestado", diz nota da secretaria. 

"A Sesapi ressalta ainda que realiza constantemente treinamento para o uso desses equipamentos, mas infelizmente a contaminação de profissionais de saúde que trabalham na linha de frente no combate ao novo coronavírus é uma problemática que tem se verificado em todo o mundo, pois os mesmos são os mais expostos a casos confirmados da doença", acrescenta a pasta.


Profissionais de Saúde com Covid - 3.798



Técnico em Enfermagem - 1345
Enfermeiros - 719
Médicos - 456
Fisioterapeuta - 136
Condutor de Ambulância - 66
Dentista - 62
Farmacêuticos - 58
Nutricionista - 52
Técnico em Laboratório - 51
Serviço Social - 41
Biomédicos - 25
Técnico em Farmácia - 24
Agente de Saúde - 08

 

Izabella Pimentel
[email protected]

Imprimir