Cidadeverde.com
Esporte

Flamengo dá sequência a série de reuniões para convencer europeu a dirigir time

Imprimir

Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

 

O Flamengo inicia uma semana que se desenha como decisiva no planejamento para a busca do novo técnico. Marcos Braz, vice-presidente de Futebol, e Bruno Spindel, diretor-executivo, devem se reunir com Carlos Carvalhal e começar uma nova etapa no processo para achar um substituto a Jorge Jesus. Os dirigentes aproveitam a ida à Europa também para analisar o mercado e, talvez, "construir pontes".

Após a conversa com Domènec Torrent, que aconteceu no último sábado (25), na Espanha, a cúpula rubro-negra tem agendado um encontro com o português Carlos Carvalhal, que desponta como um dos favoritos ao cargo.

O bate-papo acontece dias depois de ele classificar o Rio Ave à Liga Europa. A boa campanha no Campeonato Português, porém, pode se tornar um obstáculo, uma vez que ele está valorizado e admite ter outras propostas. Os cartolas da Gávea seguem na missão de convencer um treinador europeu.

A diretoria já indicou querer evitar que a futura negociação se torne "novela". A programação inicial é que os dirigentes fiquem cerca de uma semana na Europa e possam retornar já com tudo alinhado, para que o novo técnico assuma ainda antes do início do Campeonato Brasileiro -a estreia do time da Gávea acontece no dia 9 de agosto, contra o Atlético-MG, no Maracanã.

Enquanto caminha nas análises e avalia o mercado, o Flamengo não descarta opções e pode até estreitar laços. Os dirigentes estiveram com Fernando Hierro, que teve passagem marcante pelo Real Madrid como jogador e foi treinador da Espanha na última Copa do Mundo. Mesmo que, em um primeiro momento, não figure no topo da lista rubro-negra, houve uma troca de ideias. A informação foi publicada, inicialmente, pelo site "Globo Esporte".

O mesmo pode acontecer com Leonardo Jardim. Um dos cotados para a lacuna deixada por Jesus, o treinador -que fez bom trabalho no Monaco, da França-, indicou que prefere permanecer na Europa. Ainda assim, uma reunião entre as partes não está descartada.

Jorge Jesus deixou o Flamengo no último dia 17, após acertar o retorno ao Benfica, de Portugal. Em 13 meses na Gávea, o técnico acumulou títulos, como Campeonato Brasileiro e Libertadores do ano passado, Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana e Campeonato Carioca deste ano.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

 

Imprimir