Cidadeverde.com
Esporte

Atlético-MG bate o América-MG e abre vantagem na primeira semifinal em Minas

Imprimir

Foto: Mourão Panda / América

O Atlético-MG saiu vitorioso na primeira semifinal do Campeonato Mineiro. Jogando no Mineirão, o time de Jorge Sampaoli venceu o América-MG por 2 a 1, neste domingo (2), e agora só depende de um empate para ir à final do Estadual.

A equipe alvinegra construiu o triunfo ainda no primeiro tempo com gols de Jair e Nathan. Na etapa final, o América botou fogo na partida com um gol relâmpago de Ademir, mas não conseguiu igualar o marcador.

As duas equipes voltam a se encontrar na quarta-feira (5), às 21h30, no estádio Independência. Por ter feito a melhor campanha, o América ainda conseguirá se classificar com uma vitória. Qualquer outro resultado dará a vaga ao Atlético.

Na outra semifinal, o Tombense saiu na frente. Jogando mais cedo, a equipe do interior venceu a Caldense, no Independência, por 1 a 0. Na próxima quarta-feira, as equipes jogarão às 16h no mesmo estádio para decidir a vaga para a final

O destaque da partida foi Nathan. Desde o retorno do futebol mineiro, o meio-campista marcou em todos os jogos do Atlético. Bancado pelo técnico Sampaoli, ele fez outra boa partida e anotou mais um gol, além de ter ajudado dando um toque de qualidade na criação das jogadas atleticanas.

Sampaoli abandonou o 4-3-3 do último jogo contra o América e apostou no 4-2-3-1, promovendo a titularidade de Jair e dando mais liberdade para Nathan avançar. Na prática, o melhor reflexo da mudança foi o gol de cabeça de Jair e o aparecimento de Nathan dentro da área para completar o cruzamento de Marrony.

Assim como aconteceu no clássico anterior, o Atlético viu o ritmo cair no segundo tempo, ora pela parte física, ora pela marcação do América, que voltou a sufocar a equipe alvinegra. Apesar do susto pelo gol de Ademir, o Atlético voltou a crescer e ainda teve oportunidades para ampliar o placar, mas saiu de campo com o placar feito ainda na etapa inicial.

Enquanto o Galo de Sampaoli mudou sua postura em campo, o América de Lisca manteve o que deu certo no último clássico, forçando a marcação na saída de bola e tentando anular o lado de Savarino. A estratégia mais retraída não deu certo, e o Coelho vacilou duas vezes ainda no primeiro tempo.

Só na etapa final, Lisca avançou sua equipe e o América deu sinais de reação, passando a dominar o rival em alguns momentos e dividindo os bons momentos do jogo. Até os últimos minutos do jogo, o placar ficou aberto, mas o Coelho não conseguiu igualar o marcador.

O JOGO
Controlando bem o jogo, o Atlético fez um primeiro tempo criando mais alternativas no ataque. O lado esquerdo com Keno e Arana foi o principal foco de perigo. Na saída ruim do goleiro Airton, Jair subiu sozinho e abriu o placar. Quando o América parecia reequilibrar a partida, a marcação pressão do Atlético encaixou e Arana puxou o contra-ataque que acabou com o cruzamento de Marrony e a conclusão de Nathan. 2 a 0.

A entrada de Matheusinho e Vitão no segundo tempo deu mais velocidade e ousadia ao time do América, que descontou já nos primeiros minutos, com Ademir. Após se recuperar do susto, o Atlético chegou a marcar com Marrony, mas o VAR anulou corretamente o gol por impedimento.

O atacante ainda perdeu ótima oportunidade cara a cara com Airton, mas isolou. A partida terminou com o Atlético em cima e mais próximo do terceiro gol, mas diante de um América que não se entregou e deu ares de drama ao clássico. Tudo aberto para o segundo jogo da semi.

ATLÉTICO-MG
Rafael; Guga (Maílton), Réver, Alonso, Guilherme Arana; Allan, Jair (Hyoran), Nathan, Savarino (Otero); Keno (Marquinhos), Marrony. T.: Jorge Sampaoli
AMÉRICA-MG
Airton; Leandro Silva (Léo Passos), Messias, Eduardo Bauermann, Sávio (Matheusinho); Zé Ricardo (Geovane), Juninho, João Paulo; Alê, Felipe Augusto (Vitão), Ademir (Diego Ferreira). T.: Lisca
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte
Juiz: Ronei Cândido Alves
Cartões amarelos: Jair, Arana, Sampaoli (Atlético); Zé Ricardo, Ademir, Geovane e Lisca (América)
Gols: Jair, aos 18min, e Nathan, aos 39min do primeiro tempo (Atlético-MG); Ademir, aos 4min do segundo tempo (América-MG)

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir