Cidadeverde.com
Geral

Número de incêndios em residências cresce e Corpo de Bombeiros faz alerta

Imprimir

 

O número de ocorrências de incêndio em ambientes residenciais cresceu no Piauí nos primeiros meses de 2020. De acordo com o Corpo de Bombeiros, somente nos cinco primeiros meses deste ano foram aproximadamente 140 registros, enquanto, em todo o ano de 2019, foram 190 casos contabilizados. 

Nos últimos 15 dias, foram registrados pelo menos quatro casos de incêndio em residências em Teresina. O mais recente aconteceu na noite do último sábado, no Mocambinho, zona norte da capital

Na avaliação da Major Najra Nunes, relações públicas do Corpo de Bombeiros, o aumento dos casos tem relação direta com o fato das pessoas estarem mais tempo em casa, por conta das medidas de isolamento social impostas pela pandemia da Covid-19. Ela faz um alerta e lembra que atitudes simples podem evitar os riscos desse tipo de acidente. 

"É uma situação preocupante. As pessoas tem ficado mais em casa e tem tomado algumas atitudes, que antes não tomavam. A ingestão de bebida alcoólica tem aumentando bastante, com isso as pessoas descuidam de alguns detalhes que antes elas observavam, ou que antes não acontecia pelo fato de não ficarem tanto tempo em casa", disse ao Notícia da Manhã. 

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, em muitos casos o incêndio acaba provocado por tentativas caseiras de acabar com mosquitos e outras pragas domésticas. "Muitas pessoas tem queimado, feito fogueira, colocado espirais queimando em casa para afastar esses mosquitos e esquecem, o que acaba gerando um incêndio na residência", alertou. 

Eletrodomésticos ligados sem utilização, velas acesas e bocas de fogão ligadas também são algumas das causas mais comuns de incêndios nos ambientes domésticos. "As pessoas vão dormir e não tomam o cuidado de diminuir esses riscos. É aí que muitas vezes acontece o incêndio", explicou Najra Nunes. 

 

Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir