Cidadeverde.com
Entretenimento

CPM 22 cita 'erro indefensável' de Japinha e anuncia desligamento do baterista

Imprimir

Foto: Reprodução/instagram/@ricardo_japinha

O CPM 22 decidiu desligar o baterista Ricardo "Japinha" do grupo após o músico ser alvo de uma polêmica envolvendo uma menor de idade. Em junho deste ano, vazaram conversas em que Japinha diz que gostaria de conhecer a garota, pergunta sua idade e se ela é virgem. Na época, ele tinha 38 anos e a fã do grupo tinha 16.

"Depois de sermos surpreendidos com o teor das questões relacionadas ao nosso baterista Ricardo Japinha, tentamos entender realmente o que significava isso tudo e chegamos à conclusão que esse tipo de conduta não condiz com o que acreditamos e com o que a banda defende", diz um comunicado do grupo, publicado via Instagram, nesta segunda-feira (17).

"Dito isto, venho aqui comunicar que, após uma conversa franca entre nós, olho no olho, o Japinha está sendo desligado do CPM22. Nossas decisões sempre foram e sempre serão tomadas para o melhor da banda, como instituição. Todos cometemos erros, mas alguns, infelizmente comprometem uma relação".

Japinha já havia sido afastado da banda na época em que as conversas vazaram. Na ocasião, também via redes sociais, o grupo afirmou "não compactuar com atitudes desrespeitosas com quem quer que seja", e que continuariam sem o baterista.

Antes da revelação do caso e da tomada de decisão do grupo, o baixista Fernando Sanchez anunciou que estava deixando a banda, por meio do seu Instagram Stories, como uma forma de posicionamento.

"Venho aqui por meio deste comunicar que estou me desligando da banda CPM 22", anunciou. "Muito obrigado por todos esses anos, e agora me dedico apenas ao meu estudio e às minhas outras bandas @o_inimigo_ e @bonuscup".

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Queridos(as) fãs, Estou muito feliz em receber tantas mensagens de apoio e carinho que estão me dando neste momento e lembrem-se: o JAPINHA está mais vivo do que nunca e quero muito continuar tendo todo esse carinho de todos. No entanto, quero pedir com todo amor que têm por mim e que a recíproca é toda verdadeira, pois sem vocês o JAPINHA não existiria, para que deixem de compartilhar textos agressivos frente a qualquer dos membros da banda CPM22, pois embora tenhamos tido divergências, o meu amor pela banda será eterno, afinal são 21 anos de CPM22 e a banda estará eternamente tatuada em minha alma! Seguirei em frente e conto única e exclusivamente com o APOIO E CARINHO INCONDICIONAL de todos vocês para novos projetos e quero muito poder abraçar cada qual de vocês em um futuro breve. No entanto, espero que todos estejam se preservando, se cuidando e com saúde plena neste momento tão delicado na vida de todos nós, com esta pandemia seríssima. Deus sempre está no comando!!! Peço encarecidamente para que divulguem AMOR, EMPATIA, CARINHO, PAZ e que consigamos fazer com que a internet seja um instrumento para este fim!!! Beijo carinhoso Ricardo Japinha

Uma publicação compartilhada por Ricardo Di Roberto (@ricardo_japinha) em

 

Fonte: Folhapress

Imprimir