Cidadeverde.com
Esporte

Com gol no final, Red Bull Bragantino derrota o Fluminense em Bragança

Imprimir

FOTO: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

 

O Red Bull Bragantino enfim comemorou uma vitória na elite do Campeonato Brasileiro depois de 21 anos distante. Na noite desta quarta-feira, o time de Bragança Paulista passou pelo Fluminense, por 2 a 1, no Estádio Nabi Abi Chedid, pela quarta rodada.

A primeira vitória faz o Red Bull Bragantino se distanciar da perigosa zona de rebaixamento, com cinco pontos, um a mais que o Fluminense, que está na zona intermediária da tabela de classificação.

A partida começou em ritmo alucinante. Logo no primeiro minuto, Matheus Jesus chutou forte, Muriel falhou e rebateu para o meio da área. Alerrandro mostrou oportunismo e colocou o Red Bull Bragantino na frente. Mas a vantagem durou até os dois minutos.

No ataque seguinte, Nenê bateu colocado de fora da área sem chances para Cleiton, deixando tudo igual. E a virada quase veio aos oito. Nenê cruzou rasteiro, Evanilson dominou dentro da pequena área e finalizou para grande defesa do goleiro adversário.

Aos 16, Artur tabelou com Alerrandro e bateu na saída de Muriel. A bola saiu rente a trave. Como já era esperado, os times não conseguiram manter o ritmo. O Red Bull Bragantino era melhor, mas não acertava o último passe.

Ainda antes do intervalo, Artur arriscou de fora da área e Muriel afastou o perigo de soco. Nos acréscimos, Claudinho chutou forte e o goleiro tricolor espalmou com as pontas dos dedos para escanteio.

Diferente do primeiro tempo, a etapa final começou morna sem lances de perigo. Aos 14 minutos, Luiz Henrique recebeu de Evanilson e bateu para grande defesa de Cleiton, que saiu fechando bem o ângulo.

A resposta do Red Bull Bragantino veio em chute de Claudinho para fora. O Fluminense caiu demais com a entrada de Paulo Henrique Ganso no lugar de Nenê e os donos da casa começaram a gostar da partida.

Até que, aos 36 minutos, Bruno Tubarão dividiu com Egídio e Dodi e a bola sobrou para Robinho, que cruzou rasteiro para trás. Luis Phelipe dominou e soltou a bomba, colocando o Red Bull Bragantino na frente.

Aos 41, Alerrandro chutou e a bola acertou o braço de Nino dentro da área. O árbitro assinalou pênalti, mas voltou atrás depois de ter sido avisado pelo VAR que Bruno Tubarão estava impedido na origem do lance.

Nos minutos finais, o Fluminense se lançou todo para o ataque em busca pelo menos do empate, mas não conseguiu levar perigo ao goleiro Cleiton.

O Red Bull Bragantino volta a campo no domingo, contra o Coritiba, às 16 horas, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. No sábado, o Fluminense enfrenta o Athletico-PR, às 16 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba. Os jogos são válidos pela quinta rodada.

FICHA TÉCNICA
RED BULL BRAGANTINO 2 X 1 FLUMINENSE
RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar; Barreto (Lucas Evangelista), Matheus Jesus (Weverson) e Claudinho (Bruno Tubarão); Artur (Robinho), Alerrandro e Morato (Luis Phelipe). Técnico: Felipe Conceição.
FLUMINENSE - Muriel; Igor Julião, Luccas Claro, Nino, Egídio; Yuri, Dodi (Fernando Pacheco), Michel Araújo (Caio Paulista); Nenê (Paulo Henrique Ganso), Evanilson e Marcos Paulo (Luiz Henrique). Técnico: Odair Hellmann.
GOLS - Alerrandro a um e Nenê a dois minutos do primeiro tempo; Luis Phelipe, aos 36 minutos do segundo tempo.
RENDA E PÚBLICO - portões fechados.
ÁRBITRO - Jean Pierre Goncalves Lima (RS).
CARTÕES AMARELOS - Artur, Edimar, Lucas Evangelista, Luis Phelipe e Matheus Jesus (Red Bull Bragantino); Nenê, Nino, Evanilson, Igor Julião e Yuri Lima (Fluminense).
LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir