Cidadeverde.com
Cidades

Procon interdita fábrica por péssimas condições sanitárias e apreende 300 kg de queijos

Imprimir

Foto: Divulgação/Procon

Uma fábrica clandestina de lacticínios na zona rural do município de São José do Divino, a 230 km de Teresina, foi fechada nesta terça-feira (01) durante uma fiscalização realizada pelo Procon. No local, foram apreendidos mais de 300 Kg de queijo, produzidos sem as condições necessárias de higiene. 

O queijo era produzido em caixas d’água e baldes com objetivo de ser comercializado em municípios da região de Piracuruca e São José do Divino

Durante a abordagem, os fiscais também identificaram que os funcionários que atuavam no local não utilizavam os equipamentos de proteção individual adequados.  A fábrica clandestina também não possuía um responsável técnico para acompanhar as etapas de produção. 

“Foi uma operação realizada em conjunto com o Conselho Regional de Medicina Veterinária. Interditamos esse estabelecimento que produzia queijos, produtos inadequados. Um estabelecimento clandestino, sem nenhum um registro nos órgãos oficiais”, explicou o chefe de fiscalização do Procon, Arimateia Arêa Leão.

Foto: Divulgação/ Procon

O estabelecimento foi interditado e autuado por não obedecer às normas técnicas estabelecidas para a produção de laticínios. O valor da multa ainda deve ser definido pelo Procon, a partir do poder econômico do estabelecimento. 

No momento da abordagem, o proprietário da fábrica clandestina não estava presente. 

 

Natanael Souza
[email protected]

Imprimir