Cidadeverde.com
Esporte

Com gol de Sasha, Atlético-MG derrota Coritiba e é o 3º da tabela

Imprimir

Foto: Pedro Souza / Agência Galo / Atlético

 

Sem a mesma verve da vitória sobre o São Paulo, na rodada passada, o Atlético Mineiro derrotou o Coritiba, por 1 a 0, neste domingo, e manteve sua ascensão no Campeonato Brasileiro. Sasha, no primeiro tempo, marcou o único gol da partida disputada no estádio Couto Pereira, em Curitiba, e válida pela oitava rodada.

O segundo triunfo seguido no Brasileirão deixa o Atlético na terceira colocação, com 15 pontos, dois abaixo do líder Internacional. A equipe mineira, contudo, segue com um jogo a menos na tabela. Já o Coritiba tem apenas sete pontos e figura no 17º lugar, dentro da zona de rebaixamento.

Neste domingo, o Atlético fez valer sua vocação ofensiva desde o apito inicial no Couto Pereira, sob a batuta de Jorge Sampaoli. Com mudança apenas na defesa - Allan no lugar de Guilherme Arana -, o time mineiro dominou o primeiro tempo com tranquilidade até inesperada. Os visitantes eram consistentes no meio-campo e buscavam o ataque a todo momento.

A primeira grande chance veio aos 22. Guga acertou forte chute de fora da área. A bola carimbou o travessão e quicou exatamente em cima da linha do gol. Dez minutos depois, o ímpeto ofensivo se transformou em gol. Após cobrança de escanteio na área, Igor Rabello cabeceou com perigo e mandou no pé da trave. No rebote, Sasha apenas completou para as redes.

Do outro lado, o Coritiba atuava como se estivesse jogando fora de casa. Recuado, raramente passava do meio-campo. Registrou apenas uma finalização nos primeiros 45 minutos. Na beira do gramado, o técnico Jorginho se irritava, aos berros, com a apatia da sua equipe.

Para o segundo tempo, o Coritiba voltou com o seu segundo uniforme, com o verde dominante. A confusão entre as camisas das duas equipes foi constante na etapa inicial. Chegou a atrasar o início da partida em poucos minutos na tentativa do árbitro de trocar um dos uniformes em campo. A troca só veio no segundo tempo.

E, com uniforme novo, o time da casa "acordou" em campo. Aos 2, Igor Jesus já levava perigo diante da zaga atleticana. Na sequência, aos 9, o Coritiba teve duas grandes chances em sequência. Na primeira, Robson cabeceou com perigo e Rafael fez a defesa. No rebote, Sassá encheu o pé, mas mandou em cima do lateral Guga.

O Atlético respondeu aos 12, com Keno desperdiçando, de cabeça, uma chance incrível. O jogo, então, se tornou mais aberto e mais interessante até os 30 minutos. Depois disso, o Coritiba perdeu aquele ímpeto novo e voltou a adotar postura mais recuada, arriscando menos no ataque.

Numa investida final, em cobrança de escanteio, o Coritiba quase levou o segundo gol. Após se safar na defesa, o Atlético puxou rápido contra-ataque com Marrony, tentando surpreender o goleiro Wilson, que havia partido para o ataque. Savarino ganhou do goleiro na disparada, mas surpreendentemente finalizou para fora, diante do gol aberto, aos 47 minutos do segundo tempo.

FICHA TÉCNICA:
CORITIBA 0 x 1 ATLÉTICO-MG
CORITIBA - Wilson; Jonathan (Natanael), Sabino, Rodolfo Filemon e William Matheus; Matheus Sales, Matheus Galdezani (Igor Jesus) e Matheus Bueno (Giovanni); Giovanni Augusto (Hugo Moura), Robson e Sassá (Marrony). Técnico: Jorginho Campos.
ATLÉTICO-MG - Rafael; Guga, Igor Rabello, Junior Alonso e Allan; Jair, Franco (Bueno), Hyoran (Guilherme Arana); Savarino, Keno (Marquinhos) e Eduardo Sasha (Marrony). Técnico: Jorge Sampaoli
GOL - Sasha, aos 32 minutos do primeiro tempo.
CARTÕES AMARELOS - Jair, Júnior Alonso, Savarino, Robson.
ÁRBITRO - Diego Pombo Lopez (BA).
RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.
LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Por Felipe Rosa Mendes
Estadão Conteúdo

Imprimir