Cidadeverde.com
Esporte

Sport anuncia a contratação do veterano meia Thiago Neves, ex-Grêmio e Cruzeiro

Imprimir

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro E.C.

 

Após os veementes protestos da torcida do Atlético-MG contra a sua contratação, o meia Thiago Neves foi anunciado, nesta quinta-feira, como o mais novo reforço do Sport. O clube pernambucano não divulgou o tempo do contrato.

"Quero agradecer a Deus pela oportunidade, mais um gigante do futebol brasileiro, é uma honra vestir essa camisa. Podem ter certeza que farei o possível e o impossível para que a gente consiga bons resultados e faça um belo campeonato", disse o atleta, de 35 anos, em vídeo divulgado pelo clube.

"O que transforma a luta em conquistas é a garra de um grupo. Temos mais um reforço no time para caminhar junto conosco. Thiago Neves é do Leão! Seja muito bem-vindo!", escreveu o Sport em suas redes sociais. Thiago Neves vai brigar por uma vaga no meio de campo, que já possui Jonatan Gómez, Lucas Mugni e Bruninho na armação das jogadas.

Depois de três anos no Cruzeiro, Thiago Neves deixou o Grêmio, após rescindir contrato no início do mês. Em 14 jogos este ano, o meia só fez um gol. Foi indicado pelo técnico Jorge Sampaoli para ser contratado pelo Atlético-MG, que quase fechou negócio. O acordo só não aconteceu por causa da série de protestos realizados pela torcida atleticana.

O último jogo em que Thiago Neves esteve em campo pelo Grêmio foi na sétima rodada, exatamente diante do Sport, que venceu o duelo por 2 a 1. Polêmico, o jogador usou as redes sociais para cutucar o clube gaúcho, depois da derrota de quarta-feira à noite, no Chile, para a Universidad Católica, pela Libertadores. "Continuo sendo o culpado?", ironizou.

Com passagens por times do Japão, Alemanha, Arábia Saudita e Emirados Árabes, Thiago Neves, paranaense nascido em Curitiba, começou a carreira no Paraná, mas foi se destacar no Fluminense, time que conquistou a Copa do Brasil de 2007 e Brasileiro de 2012. Jogou no Flamengo e foi bicampeão da Copa do Brasil (2017 e 2018) pelo Cruzeiro, mas deixou o time mineiro muito criticado por causa do rebaixamento no ano passado.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir