Cidadeverde.com
Economia

Empresários protestam em frente ao TJ contra burocracia nos cartórios do Piauí

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Empresários e advogados realizaram um protesto na manhã desta quinta-feira (24) para denunciar a burocracia enfrentada nos cartórios do estado do Piauí. O ato foi realizado em frente ao Tribunal de Justiça (TJPI), com objetivo de chamar atenção da sociedade e dos magistrados para a problemática. 

De acordo com o advogado Joaquim Magalhães, um dos organizadores do ato, a demora na prestação do serviço e o alto custo são fatores causam prejuízos diretos ao desenvolvimento econômico do Piauí. 

"Há uma má prestação de serviços da parte dos cartórios de registro de imóveis e o Tribunal é quem regula essa prestação de serviço. a população sofre por conta da demora e por conta da qualidade. Muitas vezes passam 15 dias apenas para dizer que faltou a autenticação em um documento. A população sofre com isso, perde negócio. O movimento é para isso, para que melhorem a gestão dos cartórios", destacou. 

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O presidente do Movimento Empreender Piauí (Move), Arthur Feitosa, também participou do ato e defendeu a necessidade da ampliação da quantidade de cartórios no Piauí, bem como a melhoria na prestação do serviço. "Transformaram os cartórios em meros instrumentos de arrecadação. Burocracia e preços altíssimos. Para se ter uma ideia, para conseguir transferir um terreno para o seu nome você leva no mínimo seis meses. Em Timon, você faz isso em 48 horas", destacou.

Os participante do protesto desta quinta-feira(24) prometem continuar mobilizados para tentar uma audiência com os representantes da Corregedoria de Justiça, responsável pela gestão dos cartórios no Piauí. Novas manifestações não estão descartadas. 


Natanael Souza
[email protected]

Imprimir