Cidadeverde.com
Entretenimento

Mulher de Zé Neto, Natália Toscano lança linha de roupas e fala sobre polêmica da sunga

Imprimir

Foto: nataliaftoscano/instagram


 

Os dias de descanso na Costa do Sauípe (BA) tiveram uma repercussão imprevisível nesta semana para Natália Toscano. A influenciadora digital se viu no olho do furacão após o Instagram bloquear fotos nos perfis dela e do marido, o cantor Zé Neto (dupla de Cristiano), na praia.

Internautas repararam que o volume na sunga do sertanejo estava muito evidenciado. Após análise mais criteriosa, a rede social voltou a liberar as fotos. Mas aí as imagens já tinham virado meme.

"Foi totalmente insperado", contou Natália à reportagem. "Não passou pela minha cabeça que ia ter essa repercussão. Era uma foto normal, de um casal na praia. Achamos bonita e subimos no Instagram."

Mas ela conta que tanto ela quanto o marido levaram tudo na esportiva. "Que situação... Falei pro Zé Neto: 'Tudo favoreceu você, a luz, o ângulo...'", brincou. "A gente deu risada, paciência."

A influenciadora, que acaba de voltar para casa em Goiânia, está mais preocupada com o lançamento, no final de outubro, de sua primeira coleção de roupas femininas. "São peças para a mulher que gosta de ser sofisticada, mas ao mesmo tempo não abre mão do conforto", adiantou. "Escolhi roupas versáteis, que você pode ir de manhã trabalhar, participar da reunião e mais tarde ainda fazer um happy hour com as amigas."

Entre as peças estão de pantalonas a saias curtas, passando por croppeds e parkas. "A coleção está bem completa, com várias peças que conversam entre si", contou.

Outro aspecto levado em consideração foram as numerações. Uma queixa frequente entre algumas mulheres com relação a diversas marcas é que mesmo o tamanho G não veste alguém que não é magérrima. "O corpo da brasileira real, que é um corpo como o meu, tem quadril, tem perna, tem bunda, enfim tem mais curvas", avaliou. "Eu levei isso em consideração na escolha dos comprimentos e do caimento."

Apesar de ainda estar às voltas com a filha Angelina, de quatro meses, ela diz que participou de todo o processo de criação. "Fiz questão de acompanhar desde a escolha do tema até os modelos, cores, tecido", avisou. "Entrei de cabeça na criação, até escolha das embalagens em que as peças vão chegar na casa das pessoas eu opinei."

Sobre como é dividir a atenção entre esse trabalho e os filhos pequenos -além de Angelina, ela é mãe de José Filho, 3, ela declarou: "É uma loucura. Está sendo". Contudo, ela contou com uma rede de acolhimento nesse momento. "Eu tenho apoio do meu marido e das avós", lembrou. "Fui à fábrica quando foi preciso, mas também fiz muitas reuniões dentro de casa, então a tecnologia também ajuda muito."

Ela diz que mostrar parte de sua rotina nas redes sociais, faz parte de uma tentativa de fazer com que as pessoas parem de romantizar alguns temas. "As pessoas fantasiam um pouco sobre maternidade e também sobre a vida do artista, acham que é tudo glamour e um mar de rosas", avaliou. "Quando eu mostro esse outro lado é para ser um pouco de inspiração também, para elas se identificarem."


Fonte: Folhapress 

Imprimir