Cidadeverde.com
Destaques da TV/Rádio

Piauí registra 39 acidentes elétricos com 25 mortes, diz Abracopel

Imprimir


De acidentes elétricos, o Piauí registra de janeiro a julho de 2020: 39 acidentes e 25 mortes. Desses, foram 22 acidentes com choque elétrico; todos fatais. Somente em Teresina foram seis mortes por choque elétrico e seis incêndios por sobrecarga elétria.  Os dados são da Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel).

Já os incêndios por descargas - de janeiro a julho de 2020 no Piauí - somaram 13 ocorrências e uma morte.  Acidentes com raios foram quatro ocorrências com duas mortes. 

Na última quarta-feira (23), um jovem de 16 anos morreu após receber uma forte descarga elétrica, no litoral do Piauí, enquanto usava o aparelho celular carregando a bateria em uma tomada. 

A Abracopel destaca que no país, somente no primeiro semestre de 2020, foram contabilizadas 741 ocorrências, que provocaram 398 mortes.  Conhecer os riscos são essenciais. 

A dona de casa Marcilene Mota decidiu trocar a fiação elétrica da casa para evitar acidentes, além de ajudar a reduzir o valor pago na fatura de energia.  "Minha luz estava com (a conta) muito alta. Eu falei com o rapaz que vem tirar a leitura (do medidor de energia) e ele disse que, talvez, fosse porque os fios já estavam muito velhos. Eu também tinha que trocar porque eles (os fios) estavam muito feios e poderia ter algum curto-circuito". 

O eletricista Francisco de Assis Frazão comenta que a fiação velha precisa ser substituída por uma nova para evitar descargas elétricas. 

O presidente da Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), Edson Martinho, cita alguns cuidados. Esses equipamentos podem te levar a sofrer um choque elétrico: 

- Revisem a instalação elétrica pelo menos a cada cinco anos
- Cuidado com extensões, benjamim de tomada (T) 
- Nunca utilizem o celular recarregando na tomada 

Sobre o uso do celular ligado à tomada, Edson Martinho alerta para duas situações. "A primeira delas é uma falha no carregador e ele transferir a energia da tomada para o celular. e no segundo caso ele (o celular) pode sofrer algum dano, esquentar demais e explodir a bateria do celular".  

Carlienne Carpaso
[email protected] 

Imprimir