Cidadeverde.com
Últimas

Operação cumpre 29 mandados contra suspeitos de ordenar crimes dos presídios

Imprimir
  • core11.jpg divulgação: Greco
  • contraordem5.jpg divulgação: Greco
  • contraordem4.jpg divulgação: Greco
  • contraodem2.jpg divulgação: Greco
  • contraodem1.jpg divulgação: Greco
  • contraodem.jpg divulgação: Greco
  • core2.jpg reprodução Instagram: corepcpi
  • core1.jpg reprodução Instagram: corepcpi
  • contraordem.jpg reprodução Instagram: corepcpi

Atualizada às 9h22

Uma operação contra grupos criminosos foi deflagrada em Teresina e mais quatro cidades do Piauí, além de Mossoró, no Rio Grande do Norte, e Timon, no Maranhão. A ação policial coordenada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) e Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI) cumpre 29 mandados de prisão preventiva contra suspeitos que ordenariam crimes até dos presídios. No momento, 23 alvos que teriam ligação com facções criminosas foram presos, conforme apurou o Cidadeverde.com.

"Visamos suspeitos já inseridos no sistema prisional que emitiam ordens para cometimento de crimes, pessoas que estavam em liberdade e foram presas pela prática de crimes ocorridos durante as investigações e pessoas que executavam ordens oriundas de pessoas presas", explica o delegado Tales Gomes, coordenador do Greco. 

Foto: divulgação PC-PI

Entre os crimes apurados na investigação da operação Contraordem estão a decapitação de duas pessoas ocorridas neste ano na zona norte de Teresina.

No interior do Piauí, os mandados estão sendo cumpridos em Floriano, Campo Maior e São João do Piauí. 

A operação conta com o apoio do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoas (DHPP), Polinter, Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre),  3°, 8º e 22° distritos policiais em Teresina. 

 

Aguarde mais informações

 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir