Cidadeverde.com
Entretenimento

Luan Santana fica em isolamento no México por causa do furacão Zeta

Imprimir

Fotos: Reprodução/instagram/@luansantana


O cantor Luan Santana, 29, está incomunicável com a sua família. Isso porque ele atualmente se encontra no México, mais precisamente na cidade de Tulum, e não pode sair do local por causa do furacão Zeta, que chegou ao país pelo município em que estão hospedados.

O artista está no local há nove dias e está lá para desenvolver composições e produção para a sua carreira internacional. "Ontem, o furacão Zeta chegou ao México entrando por Tulum. Estamos nesse momento sem muita comunicação, mas estamos bem e seguros. Somos muito abençoados por no Brasil não ter problemas e forças da natureza como essa. Em breve estou de volta", avisou o artista ao seu pai e empresário, Amarildo Santana.

O susto surge poucos dias após o término do relacionamento entre Luan e Jade Magalhães. Os dois, que estavam juntos há 12 anos, planejavam se casar em 2021. Há algumas semanas, já existiam rumores que o relacionamento não vinha bem.

"Eu sempre acreditei no amor e nas coisas mais puras e lindas que ele nos proporciona. Durante esses 12 anos, dancei e me joguei de cabeça até a música acabar. Com o coração apertado, venho aqui compartilhar o fim da minha história com o Luan. Preciso aceitar e seguir em frente. Me sinto tranquila e em paz por ter dado o melhor de mim até o fim", escreveu Jade no Instagram.

Seguindo uma tendência entre os artistas musicais brasileiros, o cantor Luan Santana deverá focar sua carreira internacional no próximo ano. A afirmação foi feita pelo próprio músico em entrevista ao programa Altas Horas (Globo), deste sábado (24). "Dá um nervosinho", admitiu ele sobre essa nova fase.

"Sempre tive essa vontade [de se dedicar à carreira internacional], desde o primeiro ano de sucesso eu sempre quis. A gente esperou até agora para as coisas se solidificarem, para que o alicerce estivesse bem construído", afirmou ele, que deseja cantar em inglês e em espanhol e admite inclusive já ter algumas coisas gravadas.

Fonte: Folhapress

Imprimir