Cidadeverde.com
Últimas

FMS fez mais de 43 mil testes para rastrear contatos de pacientes com Covid-19

Imprimir

Foto: Roberta Aline

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) continua trabalhando no rastreamento e testagem dos contatos de pessoas positivas para Covid-19, protocolo reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como o mais efetivo para evitar a disseminação da doença. Desde o início da pandemia, um total de 43.562 contatos já foram testados nos Centros de Rastreamento e Testagem (CRT) espalhados por Teresina e em visitas domiciliares.

“O paciente identificado na UBS com o novo coronavírus tem seus contatos domiciliares rastreados, isolados e mantidos em quarentena por 14 dias”, explica o diretor de Atenção Básica da FMS, Kledson Batista. “Assim, nós conseguimos diminuir o número de casos e separar com segurança os pacientes suspeitos e confirmados daqueles que ainda estão susceptíveis. Essa medida é muito importante e pode evitar uma segunda onda no município”, diz.

Teresina conta atualmente com quatro Centros de Testagem em zonas distintas da cidade. Nesses locais já foram realizados 25.545 testes, agendados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) no momento do diagnóstico ou por meio do Testa Teresina, serviço via whatsapp para pessoas que não testaram na rede pública de saúde. “Durante a consulta nas UBS gripais ou no atendimento por mensagem, o paciente vai indicar todas as pessoas com quem teve contato, e então elas serão direcionadas pela FMS para que possam ser testadas em um dos centros”, explica Kledson Batista. 

O diretor informa que os testes são feitos exclusivamente mediante agendamento prévio, dando prioridade ao centro de testagem mais próximo onde o paciente foi atendido. “Ressaltamos ainda que a testagem nesses locais são para pessoas que, apesar da convivência, não apresentaram sintomas gripais. Os contatos sintomáticos serão testados nas UBSs, onde também receberão atendimento médico”, destaca o diretor.

 Caso o contato apresente algum problema de saúde que o impossibilite de se direcionar a um centro de testagem, a FMS agenda uma testagem domiciliar. Segundo dados da FMS, desde o início da pandemia, 18.017 testagens em casa já foram realizadas. 

A OMS e o Ministério da Saúde apontam o rastreio de contatos como uma das estratégias mais eficazes para interromper a cadeia de transmissão do novo coronavírus, usada para rastrear todos os novos casos e limitar sua propagação, e foi considerada uma ação decisiva para o sucesso no combate à covid-19 em diversos países do mundo como Nova Zelândia, Vietnã e Coreia do Sul.

Da Redação
[email protected]

Tags: FMScovid-19
Imprimir