Cidadeverde.com
Esporte

Cristiano Ronaldo foge de polêmica por protocolo de covid-19 e celebra retorno

Imprimir

De volta aos gramados com dois gols e atuação decisiva na goleada por 4 a 1 da Juventus sobre o Spezia, no domingo, pela sexta rodada do Campeonato Italiano, Cristiano Ronaldo evitou comentar a polêmica em relação à possibilidade de ter quebrado o protocolo de covid-19 e preferiu valorizar o seu retorno.

Cristiano Ronaldo não quis responder sobre a declaração do ministro dos Esportes, da Itália, Vincenzo Spadafora, que criticou o jogador e afirmou que o craque da Juventus violou os protocolos sanitários para evitar a propagação da doença ao se apresentar à seleção de Portugal na última Data Fifa, retornando ao país infectado. Por isso, o astro se tornou alvo de investigação no país.

"Estive muito tempo com a doença e parado, apesar de não ter sintomas e me sentir bem. Voltei a fazer o que gosto, que é jogar futebol", disse o craque português em entrevista à emissora Sky Sports. "O Cristiano está de volta e isso é que importa", completou o atacante.

No período em que cumpriu o isolamento, ele também chegou a reclamar nas redes sociais da eficácia do teste PCR, mas depois removeu o comentário.

Cristiano valorizou o desempenho da Juventus e comentou sobre a briga pela liderança do Campeonato Italiano. Hoje, o Milan, de Ibrahimovic, lidera a competição, com 16 pontos, quatro a mais que a equipe de Turim, que aparece na terceira colocação. A Atalanta é a vice-líder.

"O Campeonato Italiano é uma liga muito competitiva. O Milan está fazendo um ótimo trabalho, bem como a Lazio, o Napoli. Temos de trabalhar muito, mas estamos crescendo", observou.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir