Cidadeverde.com
Esporte

Matheus Barbosa, de 23 anos, morre após acidente na SuperBike em Interlagos

Imprimir

O goiano Matheus Barbosa, piloto de motociclismo de 23 anos, faleceu neste domingo após um acidente na quinta etapa do SuperBike Brasil, no autódromo de Interlagos, em São Paulo. A morte foi confirmada pela Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).

Barbosa estava em uma disputa acirrada por posição quando acabou perdendo o controle da sua moto na subida da curva da Junção e passou reto, sofrendo uma forte colisão e parando apenas em uma estrutura de metal posicionada atrás das barreiras de segurança. A corrida foi imediatamente interrompida após o acidente e não houve pódio.

"O acidente ocorreu na curva da Junção, um trecho com áreas de escape e sem nenhum histórico de acidentes graves. Matheus foi atendido pela equipe médica mais próxima em menos de 60 segundos Ainda assim, apesar de todos os esforços, infelizmente ele não resistiu aos ferimentos. As causas do acidente ainda são desconhecidas e estão sendo apuradas pelas autoridades competentes", informou a CBM em uma nota oficial.

Barbosa era natural de Anápolis (GO), defendia a equipe PCM/PRT na categoria Pro, a principal do campeonato, e havia largado na terceira colocação.

Ele estava em quarto lugar na temporada de 2020 da classe em que competia. Antes, o goiano foi campeão em 2019 na SuperSport 600 e tinha ainda conquistas na Yamalube R3 Cup Pro, no Paulista Yamalube e na Copa Kawasaki Ninja 300.

A segurança da SuperBike Brasil havia sido muito questionada nos últimos anos. Desde 2015, foram seis acidentes após na categoria, contando o de Barbosa. Em 2019, morreram os pilotos Mauricio Paludete e Danilo Berti. 

A categoria foi então paralisada e novas medidas de segurança anunciadas, focando na preparação dos competidores e nas proteções utilizadas em cada uma das pistas.

"Cumprindo a legislação, a organização comunicou a Polícia e todas as medidas relativas a perícia e demais providencias estão sendo tomadas. A prova decorria dentro de todas as condições de segurança estabelecidas pelas autoridades competentes. Nesse momento a Organização tem como prioridade dedicar total atenção e suporte a família do Matheus", completou a CBM.

Fonte: Estadão Conteúdo

 

Imprimir