Cidadeverde.com
Entretenimento

'Pior dia da minha vida', diz Rafael Vanucci sobre morte da mãe, Vanusa

Imprimir

Foto: Reprodução/Instagram
Vanusa e o filho, Rafael Vannucci

Rafael Vannucci, filho da cantora Vanusa, que morreu neste domingo (8), aos 73 anos, na casa de repouso onde vivia em Santos, litoral paulista, por insuficiência respiratória, emocionou-se em vídeo publicado em sua rede social.

"Muito obrigado a cada mensagem, cada oração! Gratidão! Minha guerreira partiu! Deus te receba de braços abertos, minha mãe! Orgulho de você!", escreveu Vanucci na legenda da publicação. Em trecho da gravação, ele agradece novamente: "Passando aqui neste dia muito difícil, complicado, mas não poderia deixar de agradecer a tanto carinho de vocês, tantas mensagens, tantas orações que foram feitas pela minha mãe. Muito obrigado, minha gratidão a cada um de vocês."

O empresário descreveu, visivelmente abalado, a perda da mãe: "É um momento muito difícil, com certeza é o pior dia da minha vida, mas, ao mesmo tempo, ela foi descansar. Foi embora dormindo. Que o Senhor receba minha mãe de braços abertos."

Vannucci organiza o transporte do corpo da cantora para São Paulo, onde serão realizados o velório e o enterro. A artista chegou a ficar internada por 32 dias no Complexo Hospitalar dos Estivadores, na cidade do litoral paulista, e saiu em outubro. A filha de Vanusa, Aretha Marcos, confirmou a morte da mãe em uma publicação nas redes sociais.

Segundo a assessoria de imprensa de Vanusa, um enfermeiro percebeu, por volta das 5h30, que a cantora estava sem batimentos cardíacos.

"Ontem ela teve um dia muito feliz com a visita da Amanda, a filha mais velha. Cantou, brincou, riu, se alimentou bem", informa em nota divulgada à imprensa. "Nos últimos anos Vanusa teve depressão, problemas gerados pelo uso de medicamentos tarja preta em excesso, o que a deixaram muito debilitada."

Foto: Reprodução Instagram
Rafael Vanucci publicou um vídeo nas redes sociais no qual fala da mãe, a cantora Vanusa, que morreu neste domingo (8)

 

Fonte: Folhapress

Imprimir