Cidadeverde.com
Últimas

Cadeia Pública de Altos utiliza mão de obra de presos em reformas

Imprimir

Foto:ThanandroFabrício/Sejus

A Secretaria de Justiça do Piauí segue promovendo a reinserção social dos internos através do trabalho. Na Cadeia Pública de Altos, os reeducandos estão trabalhando na manutenção da unidade penal.

Utilizando a mão de obra carcerária, a penitenciária está em processo de construção de um abrigo destinado aos familiares. O local trará mais conforto aos visitantes na espera pelo horário de visitas.

De acordo com o gerente da unidade prisional, Reginaldo Ribeiro, todas as atividades relacionadas ao trabalho têm contribuído para a ressocialização dos detentos.

“Para o interno, tem um valor muito grande. Ele sai da ociosidade da cela e a atividade dá oportunidade para eles aprenderem um ofício, que servirá para uma profissão futura. Nós classificamos os internos pelo comportamento e damos a oportunidade de eles trabalharem. Além disso, o Estado também ganha com a conservação do prédio, desde a limpeza à manutenção de equipamentos”, afirma.

Para Francimario Mendes, reeducando, trabalhar na unidade penal é ter novas perspectivas. “A cadeia nos dá essa oportunidade de trabalho, que ajuda bastante na nossa ressocialização. Passamos o dia trabalhando, e só retornamos para a cela à noite. Fazemos a limpeza, ajudamos na cozinha na preparação das refeições e na manutenção de equipamentos. É uma boa oportunidade para aprender um novo ofício”, reforça.

Todas as atividades são realizadas de acordo com a Lei de Execução Penal (LEP), que consiste em garantir o direito dos internos de trabalhar e receber a remição de um dia de sua pena a cada três dias trabalhados.

Da redação
[email protected]

Imprimir