Cidadeverde.com
Geral

PM reforça segurança em mais de 10 municípios com registro de atentado e violência

Imprimir

Foto: Yala Sena

A Polícia Militar do Piauí reforça a segurança de mais dez municípios na véspera das eleições marcadas para domingo, dia 15. O aumento de efetivo se deve aos episódios como atentado a candidatos, agressões e acirramento entre adversários políticos. 

“Os municípios que apresentam quadro de acirramento maior estamos designando os oficiais que comandam as regiões para reforçar a segurança. Já mandando para mais de 10 municípios para conter os ânimos”, disse o comandante da Polícia Militar, coronel Lindomar Castilho. 

Ontem, um candidato a prefeito de Bom Princípio sofreu um atentado e teve o veículo alvejado por tiros. Em Pedro II, um candidato a vereador foi ameaçado de morte e teve o portão de sua residência alvo de vários tiros. A Polícia Civil está investigando.  

O comandante disse que foi reforçado o policiamento em Pedro II, Porto, Luzilândia, Dirceu Arcoverde, Dom Inocêncio e outras cidades. 

O coronel Lindomar Castilho disse que já apresentou o plano de segurança da PM ao Tribunal Regional Eleitoral. Serão gastos R$ 2,1 milhões com deslocamento de policiais, pagamentos de diárias e indenizações por compra das folgas dos PMs.  

As eleições vão movimentar mais de 5.200 policiais, mas 1.400 irão se deslocar para o interior do estado.

“Vai haver uma redução na folga do policial para reforçar a segurança no sábado e domingo e pra isso tem uma demanda de despesas que já apresentamos ao governo do estado e já foi autorizado e está sendo liberado”, disse o coronel. 

A Polícia Militar informou ainda que as eleições vão contar com um Centro Integrado de Comando e Controle integrado com o TRE e o Ministério da Justiça. 

Flash Yala Sena
[email protected]

Imprimir