Cidadeverde.com
Esporte

Partida do campeonato piauiense de futsal termina em confusão

Imprimir

A partida entre Belos e AABB/Mesa 14, válida pelo campeonato piauiense de futsal, terminou em briga na noite desta sexta-feira(21). O jogo, realizado na Ginásio Carlos Said, no Vale do Gavião, acabou com a vitória do Belos por 4 a 1. 

Após o apito final, o goleiro Joilton, do AABB/ Mesa 14, que foi expulso durante  jogo, partiu para cima do árbitro com socos e pontapés. O atleta precisou ser contido por companheiros de sua equipe.

A cena foi registrada na transmissão realizada pelo canal no Youtube Tv Cajuína. A confusão pode ser acompanhada a partir de 1h06m da transmissão (vídeo acima)

O presidente da Federação de Futsal do Piauí, Marcos Said, lamentou o episódio. Em entrevista ao cidadeverde.com, ele informou que a comissão disciplinar do campeonato deve se reunir nos próximos dias para analisar o caso, a partir do relatório que deve ser entregue pelo árbitro da partida. 

"Uma coisa que a gente jamais vai admitir é agressão física, não aceitamos em hipótese alguma. Vamos aguardar o relatório da partida para que o caso seja julgado e os envolvidos punidos", disse o presidente da Federação de Futsal do Piauí 

Em nota, o AABB/Mesa 14 repudiou o episódio. Confira:

A AABB/MESA 14 repudia veementemente o episódio ocorrido no jogo dessa sexta, 20, no Centro de Iniciação ao Esporte Professor Carlos Said no vale do gavião. 

O fato ocorreu após a expulsão do nosso atleta que, ao término da partida, foi perguntar ao árbitro  o motivo de sua expulsão e o mesmo, deferiu um soco no braço do atleta, iniciando assim a confusão generalizada. E mesmo após o atleta estar no chão, o auxiliar da arbitragem , agrediu com um soco no rosto quando o mesmo estava de costas e no chão. 

A AABB/MESA 14 reconhece o erro de nosso jogador, repudia seus atos e as devidas providências já estão sendo tomadas, mas evidencia-se a importância da atuação da federação para uma punição igualitária aos árbitros presentes no fato. As imagens estão aí para serem analisadas e que sejam analisadas imparcialmente.

Reiteramos que repudiamos veemente toda e qualquer tipo de violência e agressão. Atos como esse impedem o crescimento do esporte em nosso estado. 

- A diretoria.

Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir