Cidadeverde.com
Esporte

Sóbis marca e Cruzeiro encerra série invicta da líder Chapecoense na Série B

Imprimir

O Cruzeiro repetiu o Cuiabá e impôs apenas a segunda derrota à líder Chapecoense. Rafael Sóbis, de falta, garantiu a vitória mineira, por 1 a 0, nesta terça-feira à noite, em plena Arena Condá, em Chapecó, pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Foto - Igor Sales - Cruzeiro

A vitória fez o Cruzeiro chegar aos 28 pontos e abrir oito de vantagem para a zona de rebaixamento. Invicto com Felipão, o time mineiro não perde há nove jogos, sendo quatro vitórias e cinco empates. 

A Chapecoense, por sua vez, se mantém tranquila na liderança com 47 pontos, mas perdeu a invencibilidade em casa - seis vitórias, quatro empates e uma derrota - e a série invicta de 17 partidas no geral (dez vitórias e sete empates).

O Cruzeiro tomou a iniciativa mesmo fora de casa. Adriano cabeceou com perigo aos 13 minutos. Na sequência, aos 17, Rafael Sóbis girou e chutou firme no canto esquerdo, mas João Ricardo se esticou todo e espalmou. O goleiro da Chapecoense voltou a trabalhar no minuto seguinte, em cabeçada de Ramón que aproveitou cruzamento de Cáceres.

O time mineiro seguiu na pressão, e, aos 32 minutos, foi a vez de Régis dar trabalho a João Ricardo. Ele recebeu de Airton e mandou um petardo para outra grande defesa do goleiro mandante.

A Chapecoense acordou no segundo tempo e deu trabalho para Fábio Aos 5, Paulinho Moccelin fez boa jogada e bateu firme, mas o goleiro do Cruzeiro defendeu. Aos 12, Moccelin cruzou para Anselmo Ramon que deu uma bicicleta. Fábio, de novo, pegou.

Aos 17, o árbitro Zandick Gondim Alves Júnior (RN) marcou pênalti em Rafael Sóbis, mas, alertado pelo assistente, voltou atrás. Luiz Otávio tocou a bola e não o atacante cruzeirense. O Cruzeiro não se abateu e acertou o travessão da Chapecoense aos 27 minutos em falta cobrada por Rafael Sóbis.

Cinco minutos depois não teve jeito. Rafael Sóbis voltou a bater falta e, desta vez, venceu João Ricardo. A Chapecoense, que respeitou o Cruzeiro durante toda a partida, não esboçou reação, enquanto os mineiros souberam segurar o resultado.

A líder catarinense voltará a campo no sábado, às 21 horas, quando visitará o Guarani no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela 24ª rodada. Na sexta-feira, o Cruzeiro receberá, às 21h30, o Confiança, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir