Cidadeverde.com
Geral

Menino que ficou sem andar aos 10 anos pede cadeira de rodas ao Papai Noel

Imprimir

Fotos:RobertaAline/Cidadeverde.com

Aos sete anos de idade o pequeno Mardson Fernandes da Silva começou a perder a firmeza no andar. Vivia tropeçando, caindo no chão. O menino foi levado ao médico, que  logo deu o diagnóstico: distrofia muscular duchenne. Sua avó ficou sem saber o que fazer quando foi informada que em poucos anos seu neto, que até então adorava correr, não iria mais conseguir caminhar.

A Distrofia de Duchenne é uma doença genética, geralmente desenvolvida em meninos. Ela provoca ausência de uma proteína essencial para a integridade do músculo, que vai se degenerando de forma progressiva.

A previsão do médico se concretizou em pouco tempo. Entre 9 e 10 anos de idade, Mardson parou de andar. Hoje, aos 11, o menino fez um pedido especial ao Papai Noel neste Natal: uma cadeira de roda motorizada. É a sua esperança de ter mais autonomia e poder ser mais livre.

“Tenho uma cadeira de rodas normal, mas eu queria uma motorizada para eu me locomover, sair com meus amigos”, disse ao Cidadeverde.com. Em carta enviada para o projeto Papai Noel dos Correios, Mardson conta que antes era uma criança feliz, mas agora está triste porque vive em uma cadeira de rodas. 


A cartinha é a de número é 53435 de 9 anos

Desde que nasceu Mardson mora com a avó, a desempregada Francisca da Silva, 56 anos. Na pequena casa localizada na Residencial Sigefredo Pacheco I, na zona Leste, só tem acessibilidade na entrada.  A cadeira de rodas que o menino tem atualmente não passa na porta do quarto, nem entra no banheiro. 

“Eu que carrego eles nas costas. São 45 quilos. Minhas costas doem, mas tudo eu faço por ele porque ele é tudo na minha vida. Queria muito ajeitar essa casa para ele. Aqui somos só nós dois”, conta a avó.

Vídeogame
A cadeira de rodas motorizada é uma necessidade, mas Mardson confessa ao Cidadeverde.com que o seu maior sonho é ganhar um PlayStation 4. 

“Às vezes eu fico triste em casa e eu também queria um vídeo game para ficar sentado na minha cadeira jogando”, pede o menino em meio à risadas de timidez.

Tem interesse em fazer o natal de Mardson mais feliz e ajudá-lo e realizar os seus sonhos? O contato da avó é 86 98811-9397.  Quem puder ajudar a família com qualquer valor pode fazer depósito na seguinte conta da Caixa- Agência 1989 Conta 00065079-2 Operação 013 em nome de Francisca Silva Resende. 

Papai Noel dos Correios

Em função da pandemia, este ano a campanha Papai Noel dos Correios é virtual.  As principais mudanças foram no recebimento das cartinhas - que ocorrerá, prioritariamente, de forma virtual - e na adoção dos pedidos das crianças, que será 100% online e digital, por meio do Blog do Papai Noel dos Correios.

Padrinhos e madrinhas devem acessar o Blog do Papai Noel dos Correios e clicar em "Adotar Agora"; com base na localidade informada, serão disponibilizadas as cartinhas e as sugestões de locais para entrega dos presentes. 

 


Izabella Pimentel
[email protected] 

Imprimir