Cidadeverde.com
Esporte

Cruzeiro leva virada da Ponte Preta e acesso à Série A fica mais complicado

Imprimir

O Cruzeiro se complicou ainda mais na Série B do Campeonato Brasileiro e a cada tropeço vê suas chances de acesso serem reduzidas. 

Foto:PontePress/ÁlvaroJr

Na noite desta terça-feira (22), o clube perdeu de virada por 2 a 1 para a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, pela 31ª rodada, e terá que vencer todos os jogos restantes -sete partidas-, além de torcer por combinações matemáticas, para quem sabe retornar à elite do Brasileiro.

O gols do jogo foram marcados por Manoel, pelo lado celeste, com Luizão e Bruno Rodrigues definindo para a Macaca.

Com a derrota o Cruzeiro estaciona nos 40 pontos e cai uma posição na tabela (11ª). A Ponte escala a classificação, chega a 46 pontos, e atinge a sexta colocação.

A próxima partida do Cruzeiro é contra o Cuiabá, na terça-feira (29), às 21h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Já a Ponte Preta visita o Juventude, na quarta (30), no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, às 17h.

O JOGO

O Cruzeiro mostrou a mesma característica que passou a demonstrar desde a chegada de Luiz Felipe Scolari, a de um time forte nas jogadas aéreas ofensivas. Tanto que foi dessa forma, mais uma vez, que abriu o placar logo no começo do jogo. 

Filipe Machado cobrou escanteio pelo lado esquerdo da ofensiva celeste e encontrou Manoel dentro da área. O zagueiro, bem posicionado, desviou para dentro do gol de Ygor.

Apesar de começar vencendo, o time celeste foi perdendo força ofensiva no decorrer da partida e chamou muito a Ponte Preta para o ataque. No primeiro tempo o time de Campinas teve 72% de posse de bola de acordo com o site SofaScore, especialista em estatísticas de futebol.

O que pesava a favor do Cruzeiro era a força defensiva do time, que apesar das tentativas de pressão da Macaca, segurava bem o adversário. Mas, depois do gol, o time mineiro abdicou do ataque. Tática arriscada, já que deixar a bola com o adversário é proporcionar ao rival mais chances ofensivas. 

E foi assim que a Ponte empatou, aproveitando falha defensiva celeste. Luizão, mostrando que a "Lei do ex" é implacável, deixou tudo igual.

Com o Cruzeiro caindo muito de produção o time da casa ainda virou o placar. Bruno Rodrigues aproveitou falha da zaga celeste e fez o 2 a 1.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir