Cidadeverde.com
Geral

Cinco profissionais de saúde serão os primeiros a ser vacinados no Piauí

Imprimir

Foto: Ascom/PI

Atualizada às 14h30

A vacinação dos primeiros piauienses contra a Covid-19 acontecerá às 17h desta segunda-feira (18) e o Governo do Piauí confirmou, por volta das 14h20, os nomes dos primeiros a receberem a dose da Coronavac: são cinco profissionais de saúde que atuam nas unidades hospitalares que compõe a rede estadual de Saúde. A solenidade acontecerá no pátio da Secretaria Estadual de Saúde. Confira os nomes:

  • Médico obstetra Joaquim Vaz Parente, de 75 anos, que atua há 45 anos na da Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), já realizou aproximadamente  20 mil partos em toda sua vida profissional, e fez o terceiro parto da história da maternidade;
     
  • Enfermeira Sheyla Barbosa dos Santos de 33 anos, que atua na UTI Covid-19 do Hospital Natan Portella, e foi responsável por receber o primeiro paciente com o vírus na unidade de saúde;
     
  • A técnica de enfermagem Marta Regina de Sousa Madeira, de 42 anos, funcionária do Hospital Getúlio Vargas também receberá a dose de CoronaVac;
     
  • A técnica de enfermagem da UTI Covid-19, do Hospital Infantil Lucídio Portella, Modestina Bezerra da Silva, de 60 anos, é outra que está entre os profissionais que serão vacinados nesta tarde. Ela é técnica de enfermagem e atua há 35 anos na unidade saúde;
     
  • Do Hospital da Polícia Militar será a enfermeira, da ala Covid-19, Ana Maria Brito dos Santos, de 52 anos, ela atua há 26 anos na profissão.


Incialmente, o Piauí recebeu do Ministério da Saúde 61.160 doses da vacina CoronaVac. A Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) esclarece que “serão 28.651 mil doses para profissionais da saúde, 10 para pessoas com deficiência institucionalizadas, 460 doses para pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas e 21 para indígenas vivendo em terras demarcadas”.

“O quantitativo engloba tanto a primeira e a segunda dose da vacina para os grupos previstos na primeira fase de vacinação do estado do Piauí”, diz a Sesapi. 


Atualizada às 13h30


As duas primeiras piauienses que receberão a vacina Coronavac será uma enfermeira do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela e uma técnica de enfermagem do Hospital Getúlio Vargas (HGV), que estão na linha de frente de combate a Covid-19.

O governo do estado organiza a vacinação para, às 17h, de hoje, no HGV. Tudo dependerá da chegada das doses da vacina em solo piauiense. A previsão é que avião da FAB (Força Aérea Brasileira) faça o deslocamento dos imunizantes. 

Do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela, a primeira a receber a vacina seria a enfermeira Sheyla Barbosa dos Santos. Ela recebeu os três primeiros pacientes com Covid-19 no hospital e acompanhou desde a entrada até a UTI. 

Sheyla dos Santos tem 33 anos, trabalha no Natan Portela desde 2008, coordena o serviço de enfermagem e dá plantão na UTI. Ela estava de plantão recebendo os três primeiros pacientes com Covid-19 do hospital.

Enfermeira Sheyla dos Santos

O diretor do Natan Portela, médico José Noronha explicou porque o nome da Sheyla dos Santos foi indicado.  

“Por toda a contribuição à sociedade piauiense através do trabalho primoroso que desempenhou no atendimento aos pacientes com Covid-19, principalmente em um período em que os profissionais de saúde eram acometidos pelo medo do desconhecido, ela se apropriou das normas e rotinas de proteção e com coragem prestou assistência de qualidade aos pacientes”, disse Noronha.

 

Atualizada às 9h30

Direto do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, o governador Wellington Dias (PT) divulgou imagens agora há pouco das primeiras doses que estão sendo trazidas para o Piauí. Ao lado do ministro Eduardo Pazuello e com a bandeira do estado em cima do lote com os imunizantes, Wellington Dias afirma que é um “dia histórico”.

Em seu perfil, o governador divulgou mensagens afirmando que quer iniciar vacinação ainda hoje se for possível.

“Dia histórico! Estamos em São Paulo e já recebemos o primeiro lote de vacinas para o Piauí. Assim que chegar ao nosso estado iremos começar imediatamente a vacinação. Uma luta que valeu a pena e vai beneficiar todos os brasileiros e brasileiras!”, diz postagem. 

O secretário Estadual de Saúde, Florentino Neto, acompanha também a saída das vacinas direto do aeroporto de Guarulhos. 

Atualizada às 8h40

Em reunião com o ministro Eduardo Pazuello, o governador Wellington Dias (PT) defendeu que a vacinação seja iniciada nesta segunda-feira (18) e no mais tardar até amanhã, terça-feira. Os governadores defenderam a antecipação, já que as doses já estão em São Paulo. No Piauí, a primeira pessoa poderá receber a vacina ainda hoje à tarde ou a noite, e vai depender da chegada das doses da Coronavac. 

O Piauí irá receber 61.160 doses da vacina, segundo divulgou o Ministério da Saúde na manhã de hoje.

“Ontem até tarde da noite trabalhamos para convencer o ministro Pazuello e equipe que é possível antecipar vacinação para esta terça-feira. Não é razoável ficar para quarta-feira se chegam vacinas nos Estados a partir de hoje e se é possível chegar em todos os Estados (capitais) nos voos que saem agora pela manhã de Guarulhos. Um dia nacional de vacinação na situação do Brasil faz muita diferença. Serão muitas vidas salvas”, disse Wellington Dias.

 

 

 

Atualizada às 7h50

O governador Wellington Dias (PT) se reúne neste momento com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no depósito do Ministério da Saúde direto do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. 

A previsão é que as doses chegarão ao Piauí ainda nesta segunda-feira (18). O público prioritário são profissionais de saúde e pessoas acima de 60 anos com comorbidades. 

Governadores vão receber as doses da vacina Coronavac que foram liberadas pelo Instituto Butantan feita em parceria com o laboratório chinês Sinovac e o governo de São Paulo, para todos os estados e o Distrito Federal.

O Butantan encaminhou cerca de 6 milhões de doses da Coronavac para serem distribuídas para os estados.

Wellington Dias, que preside o Consórcio Nordeste, e faz articulação da vacinação para os estados, defendeu a entrega hoje para que a vacinação seja iniciada na quarta-feira (20).

Os primeiros voos sairão de São Paulo, primeiramente para o Distrito Federal e para as capitais de 10 estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque, crê que não há condições de iniciar ainda hoje a vacinação em Teresina, caso as doses cheguem nesta segunda, devido a logística de armazenamento.

“Depois de chegar tem que fazer as acomodações das doses, checar temperatura”, disse.

Gilberto disse que haverá uma reunião hoje, às 10h, com equipe da prefeitura para definir a programação da vacinação e a distribuição das doses. 

A vacinação nos estados deve ser antecipada, começando já nesta segunda-feira (18). Governadores propuseram ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, adiantar o início do processo, que a princípio ocorreria apenas a partir de quarta (20).

O acordo se deu antes de evento nesta segunda (18), no centro de logística do Ministério da Saúde, em Guarulhos, que reuniu governadores para distribuição das doses da Coronavac aos governadores.

Antes do evento, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), afirmou que o início da vacinação pelo governador João Doria (PSDB) coloca os demais estados em situação de "segunda categoria".

Representando o estado de São Paulo, está presente no evento o vice-governador Rodrigo Garcia (DEM). Doria, cujo início adiantado da vacinação desagradou alguns governadores, não deve comparecer.

 

 

Flash Yala Sena (Com informações da Folhapress)
[email protected]

Imprimir