Cidadeverde.com
Últimas

Ex-diretor da maternidade Evangelina Rosa é o primeiro a ser vacinado no Piauí

Imprimir
  • solenidade2.jpg Roberta Aline
  • solenidade1.jpg Roberta Aline
  • vacinada6.jpg Roberta Aline
  • vacinado5.jpg Roberta Aline
  • vacinado4.jpg Roberta Aline
  • vacinado3.jpg Roberta Aline
  • vacinado2.jpg Roberta Aline
  • vacinado1.jpg Roberta Aline

Atualizada às 17h16

O obstetra Joaquim Vaz Parente, de 76 anos, que atua há 45 anos na da Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), foi o primeiro profissional de saúde a receber a primeira dose da coronavac no Piauí. A solenidade de lançamento da campanha de vacinação aconteceu no pátio da Secretaria de Saúde do Piauí.

Joaquim Vaz Parente é ex-diretor da maternidade e já realizou aproximadamente  20 mil partos em toda sua vida profissional, e fez o terceiro parto da história da Evangelina Rosa. "É a primeira barreira a ser erguida contra essa pandemia", disse o médico.

A técnica de enfermagem da UTI Covid-19, do Hospital Infantil Lucídio Portella, Modestina Bezerra da Silva, de 60 anos, foi a segunda a ser vacinada. Ela é técnica de enfermagem e atua há 35 anos na unidade saúde.

Em seguida foi a vez de Ana Maria Brito dos Santos, de 52 anos, ela atua há 26 anos como enfermeira e trabalha no Hospital da Polícia Militar na ala Covid-19, 

Logo após recebeu o imunizante, a técnica de enfermagem Marta Regina de Sousa Madeira, de 42 anos, funcionária do Hospital Getúlio Vargas.

Em seguida foi a vez da enfermeira Sheyla Barbosa dos Santos de 33 anos, que atua na UTI Covid-19 do Hospital Natan Portella, e foi responsável por receber o primeiro paciente com o vírus na unidade de saúde.

A médica Amariles Borba foi a 6ª profissional a ser vacinada. Ela é diretora de Vigilância em Saúde da Fundação Municipal de Saúde de Teresina (FMS).

 

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir