Cidadeverde.com
Esporte

Brasileiro enfrentará mexicano ou coreano na semifinal do Mundial de Clubes

Imprimir

Palmeiras e Santos, finalistas da Copa Libertadores, conheceram nesta terça-feira (19) seu possível adversário no Mundial de Clubes, que será disputado em fevereiro, no Qatar. O sorteio foi realizado de forma virtual e transmitido no canal da Fifa no YouTube.

O representante brasileiro na competição enfrentará na semifinal o vencedor do duelo entre Tigres (MEX) x Ulsan Hyundai (COR), campeões da Concacaf Champions e da Champions asiática, respectivamente.

A partida acontece no próximo dia 7, no estádio Education City, em Doha, que também receberá a final, no dia 11.

A arena, construída para a Copa do Mundo no país, deveria ter sediado o Mundial do qual participou o Flamengo, em 2019, mas atrasos no processo de certificação impediram que os eventos-teste fossem realizados a tempo.

Atual campeão europeu, o Bayern de Munique (ALE) estreia na semifinal do Mundial de Clubes no dia 8, contra o vencedor de Al Ahly (EGI) x Al Duhail (QAT), no estádio Ahmed Bin Ali, em Al-Rayyan.

Foto: Julian Finney/DiaEsportivo/Folhapress

O Auckland City, equipe da Nova Zelândia que tinha vaga comfirmada para as oitavas de final do torneio, retirou a sua participação por conta das medidas restritivas de seu país durante a pandemia do novo coronavírus.

A Fifa diz que manteve contato frequente com dirigentes da federação neozelandesa de futebol para chegar a um acordo, mas que as leis nacionais estão acima das tomadas de decisão da entidade. Com sua desistência, o Al Duhail, do país-sede, passou automaticamente à fase seguinte.

Palmeiras e Santos definem o brasileiro que irá para o Mundial no próximo dia 30 de janeiro, na decisão da Copa Libertadores, no Maracanã.

Bicampeão do mundo, o clube da Vila Belmiro poderá voltar ao torneio após nove anos, depois do vice-campeonato em 2011, contra o Barcelona (ESP).

Já o Palmeiras poderá buscar sua primeira conquista intercontinental. Campeã da Libertadores em 1999, a equipe alviverde foi ao Mundial daquele ano e perdeu para o Manchester United (ING).

Fonte: Folhapress

Imprimir