Cidadeverde.com
Esporte

Técnico do River destaca uso da base e desafio de garantir vagas nacionais

Imprimir

Foto: Roberta Aline

Técnico Emamoel Sacramento 

Quem chegou para vestir a camisa do River na temporada 2021 não tinha como escapar da pergunta sobre o peso de reinserir o Galo nas competições nacionais. Isso porque o River disputa apenas o Campeonato Piauiense esse ano e ficou para o técnico Emanoel Sacramento o desafio de conduzir o time nesta missão. O técnico falou sobre o fato de encontrar um time bem diferente com uma mescla de atletas da base e apenas contratações pontuais mais experientes. 

"Sabemos da responsabilidade de ser treinador do River. O cronograma de contratações e treinamentos que estamos elaborando passa por esse crivo e responsabilidade de devolver ao River essa grandeza", disse Sacramento.

Emanoel Sacramento foi campeão Estadual 2020 com o 4 de Julho, mas chega para comandar o projeto no River bastante diferente, pois nos últimos anos o Galo tem buscado inserir os atletas da base no profissional. “No 4 de Julho o time tinha outras características, mas eu trabalhei em 2009 no Tigres do Brasil sub20 no Rio de Janeiro que inclusive é a única equipe de menor investimento no Rio campeã. Eu tenho essa bagagem e gosto de trabalhar, pois como costumo dizer eles tem muita fome, muita sede”, acrescentou. 

O técnico não esconde que o fato de ter apenas o Piauiense no calendário complica nas contratações, mas apesar disso, seus pedidos aos poucos estão sendo realizados pelo clube Tricolor. 

Na apresentação oficial que aconteceu nesta quarta-feira (20) no CT Afrânio Nunes o  River contou com 25 peças. 18 atletas do elenco principal e mais seis jogadores oriundos da categoria sub17, que irão iniciar os trabalho com o resto do elenco, mas algumas posições devem ganhar reforço nos próximos dias. Mais um goleiro, um lateral, um meio-campo e um atacante devem ser anunciados. O River fará sua estréia no Estadual no dia 21 de fevereiro contra o Tiradentes, às 16h, no estádio Albertão. 

 

Pâmella Maranhão

[email protected]

Imprimir