Cidadeverde.com
Destaques da TV/Rádio

Ciro Nogueira nega desistência de candidatura a governador do Piauí em 2022

Imprimir

O presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira (Progressistas-PI), nega que tenha desistido da candidatura para governador do estado em 2022. Em entrevista ao Notícia da Manhã, ele declarou que não é 'sacrifício' disputar como candidato ao Governo do Estado, mas que é necessário aguardar o ano de eleição. 

"Não tenha dúvida que se meu nome for o melhor, nós iremos assumir a candidatura. Não encaro isso nem como um sacrifício. Eu tenho um sonho de ser governador do estado. Acho que qualquer político do Piauí sonha em administrar seu estado e fazer as transformações que achamos necessárias. Eu tenho dito que em 2022 vamos escolher o que for melhor. Se fosse hoje, pelas pesquisas e quantidade de pessoas apoiando, o nome seria eu. Mas a eleição não é hoje.Temos que esperar 2022. Se em 2022, eu continuar a sendo o melhor candidato, pode ter certeza que o senador Ciro Nogueira será candidato a governador do estado do Piauí", declarou o senador. 

Ciro Nogueira disse que o resultado das eleições municipais é uma sinalização para 2022 e reafirma a meta de conseguir 100 prefeitos pelo Progressistas ainda este ano. 

"Pelas tratativas que estamos tendo, a grande maioria dos prefeitos quer sentar comigo, fazer essas definições [...] vamos bater essa meta de 100 prefeitos, com certeza. Acho que temos feito um belíssimo trabalho, tivemos um resultado fantástico nas eleições municipais que é uma sinalização para 2022. Pela primeira vez, a oposição tem um candidato que está muito à frente dos candidatos da situação", destacou Nogueira. 


ELEIÇÃO NA CÂMARA FEDERAL

À TV Cidade Verde, Ciro Nogueira também comentou sobre a eleição na Câmara Federal e criticou a declaração da presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), que afirmou que o impeachment de Bolsonaro faz parte do compromisso de Baleia Rossi (MDB-SP), candidato à presidência da Câmara. O Progressistas apoia o deputado Arthur Lira (Progressistas-AL). 

"Eu achei isso um absurdo, isso fazer parte de uma plataforma de um candidato, você abrir um processo de impeachment num momento em que o país precisa de estabilidade, de retomar o seu crescimento. Por isso, questionei. Infelizmente não houve a negativa do candidato Baleia Rossi. Ele veio com alguns ataques ao invés de esclarecer para a população. Eu até disse que ele era o candidato da dúvida porque é uma pessoa que não teve coragem ou de assumir o compromisso que fez ou desmentir este compromisso para que a gente possa ter instrumentos e fazer uma avaliação e votar na segunda-feira no melhor para a Câmara", disse Nogueira. 

O senador acredita que a vitória de Arthur Lira (Progressistas-AL) está consolidada. "Acho que vai obter uma margem de 300 votos, o que dá uma diferença de mais de 100 votos para o segundo colocado", opinina o senador. 


Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir