Cidadeverde.com
Política

Jovens e pessoas com obesidade são os novos perfis de internados na UTI/Covid

Imprimir

 

O superintendente de Gestão da Rede de Média e Alta Complexidade da Secretaria Estadual de Saúde, Alderico Tavares, informou que tem aumentado as interações nas UTIs de pessoas jovens e pacientes acima do peso, mudando o perfil das pessoas que precisam da rede hospitalar. 

“Antes era mais pacientes idosos nos leitos de UTIs e hoje o que a gente está acompanhando é que esse perfil está se modificando, são pessoas mais jovens e obesas que estão sendo mais acometidas com a Covid-19 e necessitando de UTI”, afirmou Alderico Tavares. 

A ocupação de leitos clínicos e de UTI aumentou numa velocidade que provocou alerta nas autoridades de saúde. Nesta terça-feira (23), as internações em Teresina estão esgotadas e o estado caminha para uma ocupação geral acima de 90%.

Segundo Alderico Tavares, a taxa de permanência de um paciente varia de três a quatro semanas, chegando a 50 dias, dependendo da gravidade.

Diante do aumento de internações e a falta de insumos, o governo promete novo decreto com medidas mais restritivas para barrar a transmissão da Covid-19. 

Fotos: Ascom/Sesapi

O superintendente voltou a fazer apelo para a população respeitar o distanciamento social, evitar a aglomeração, e manter as medidas de higienes. 

Governo aumentou 15 leitos de UTIs

A Secretaria Estadual de Saúde decidiu reabrir 15 novos leitos de UTIs para reforçar atendimentos em Teresina e na região Norte, principalmente em Parnaíba e Piripiri. 

De acordo com a Sesapi, serão ampliados cinco leitos de UTIs em Piripiri e cinco leitos no Hospital Getúlio Vargas (HGV), além de vagas no Heda, de Parnaíba. 


Flash Yala Sena
[email protected]

Imprimir