Cidadeverde.com
Entretenimento

Viúva de Kobe Bryant se irrita após tragédia virar música

Imprimir

Foto: Reprodução/instagram
Vanessa Laine Bryant com o marido, Kobe Bryant e rapper Meek Mill

Viúva do ex-jogador de basquete Kobe Bryant, Vanessa Bryant se sentiu chateada com um rapper após o músico colocar a tragédia pela qual o marido e a filha de 13 anos passaram em uma nova música. Em janeiro de 2020, Kobe e a filha Gianna, 13, caíram de helicóptero.

Na letra da música "Don't Worry" ainda não lançada, Meek Mill diz: "Essa vadia que estou fod** sempre me diz que me ama, mas ela nunca demonstrou / Sim, e se sentir minha falta, vou sair com meu helicóptero, vai ser outro Kobe".

Pelas redes sociais, Vanessa mandou um recado ao rapper. "Caro, Meek Mill, acho estes versos extremamente insensíveis e desrespeitosos. Fim de papo", disse. Ela continuou.

"Não estou familiarizada com nenhuma de suas músicas, mas acredito que você pode fazer melhor do que isso. Se você é fã, tudo bem, existe uma maneira melhor de mostrar sua admiração pelo meu marido. Isso carece de respeito e tato", completou.

Depois da repercussão, Mill foi ao Twitter responder. "Pedi desculpas a ela em particular hoje cedo, não ao público. Nada do que eu digo na minha página será direcionado a um momento viral na internet ou à família de uma mulher em luto", publicou.

Na sequência, se explicou mais. "Não vejo o que vocês estão vendo. Eu fico olhando para a rede rindo como se tivesse aguçado. Eu digo merdas aleatórias o dia todo e torna-se uma tendência me odiar de vez em quando", emendou.

O americano Kobe Bryant, 41, considerado um dos maiores jogadores de basquete da história, morreu em 26 de janeiro em um acidente de helicóptero em Calabasas, na Califórnia, cidade próxima a Los Angeles.

O helicóptero em que o ex-jogador estava pegou fogo e caiu por volta das 10h no horário local (15h no horário de Brasília). Inicialmente, foi divulgado pela polícia da cidade que cinco pessoas haviam morrido no acidente, mas, mais tarde, o corpo de bombeiros de Calabasas anunciou que a aeronave carregava no total nove pessoas.

Uma das filhas de Bryant, Gianna, 13, também estava no helicóptero. O departamento de polícia local confirmou que todos os ocupantes da aeronave morreram.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir