Cidadeverde.com
Cidades

Gabinete de Crise debate estratégias para enchentes em Barras

Imprimir

Falta pouco para os rios de Barras chegarem à cota de inundação, como acontece em todo período chuvoso. Preocupada em proteger as famílias ribeirinhas, a Prefeitura de Barras criou o Gabinete de Crise, que vai funcionar na Academia da Saúde, por trás da Casa Rosada, sede da administração municipal.

Representantes do Prefeitura, do GAV, da Polícia Militar e da Câmara de Vereadores se reuniram hoje (4) para traçar as estratégias para minimizar os efeitos das enchentes dos rios Marataoan e Longá.

De acordo com a coordenadora do Gabinete de Crise, Iana Machado, equipes da Prefeitura estão fazendo monitoramento das moradias próximas ao cursos de água e até o momento não foi feito nenhuma remoção de família.

Iana explicou que é a CPRM que faz o monitoramento dos níveis dos rios diariamente, mas o monitoramento na cidade é feito por técnicos do gabinete de Crise. “Já vínhamos controlando desde que as chuvas se intensificaram, mas até hoje, as famílias não precisaram ser removidas e levadas para abrigos!”, destacou a coordenadora.

O rio Marathaoan continua a apresentar níveis acima da cota de alerta, 3,70 m. Na estação localizada em Barras foi registrada a cota de 3,81m,  com previsão de aumento no nível nas próximas 8 horas. Assim, a cota deverá ficar em torno de 3,83 m, portanto acima da cota de alerta na estação 13cm.

Da Redação
[email protected]

Imprimir